quinta-feira, 27 de outubro de 2011

O género é uma coisa tramada

Frequentemente, em variadíssimos contextos, ouvimos esta expressão inocente: "Ter ar de puto ajuda". Simplesmente concordamos ou discordamos quando conhecemos o contexto e o "puto" de quem se fala, certo?

"Ter ar de puta ajuda" já não provoca bem a mesma reacção. Aqui já entram moralismos e apartes e mais uma conversinha entredentes sobre  a "X" e a "Y". É ou não é verdade?

O Latim esfodricou-nos a consciência, foi o que foi!

9 comentários:

  1. Bolas, as coisas que tu te "alembras" mulher .
    Mas realmente no masculino, algumas palavras tem outro sentido.
    Até nisso nos lixaram .

    ResponderEliminar
  2. Desculpem mas não concordo nada. Então vamos olhar pelo lado feminino. "Ter um ar de menina ajuda". Se revertermos a questão para o universo masculino, "Ter um ar de menino ajuda" já não é verdadeiro. As senhoras gostam de homens com ar de puto, não com ar de menino :P

    ResponderEliminar
  3. Maria, a minha mente está cheia de parvoíces. :)

    Ness, o teu argumento não é válido porque nenhuma das palavras que escolheste tem a mesma conotação socialmente negativa que uma das minhas tem. Além disso, neste post em particular, eu não refiro mulheres que gostem de homens mais novos, nem o contrário. Aliás, nem o post onde li a frase do puto o refere. Daí a ressalva "variadíssimos contextos" :P

    ResponderEliminar
  4. Se for um homem atrevido significa ousado, malandro, com ar de sacana, mas inteligente, educado, sofisticado.... já a palavra atrevida significa insolente, mal educada, vulgar e até ordinária...concordo, o género altera todo o sentido:)

    ResponderEliminar
  5. O feminino de "puto" é "pita" e não "puta" hehehe

    ResponderEliminar
  6. AC, o que acrescentaste é bem verdade.

    Alterego, perdeste o blogue ou ganhaste juízo? :P

    ResponderEliminar
  7. Alter "Lazy" Ego27/10/11, 23:46

    Nem uma coisa nem a outra... Preguiça!

    Demoro mais tempo a fazer o login do que as escrever isto

    :O)

    ResponderEliminar
  8. Desculpa lá, mas eu acho que é extremamente mal conotado um gajo ser "menino", ao contrário de uma gaja que seja "menina".

    ResponderEliminar
  9. Ska, concordo. Ser puta não é o mesmo que ser puto ou pita. :P

    ResponderEliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.