domingo, 21 de janeiro de 2007

PUB descarada - re-editado

Gostam de policiais perversos, com personagens obscuras e depravadas, com algum (bastante) eroticismo à mistura, muito humor sexista (esta tinha que ser, manel :P), e imensas figuras que parecem retiradas duma BD americana? Tudo isto escrito por várias pessoas...Pois então, ide aqui, que não se arrependem. Comecem de baixo para cima, é o que se pode arranjar, como lá diz um dos autores. Boas leituras. Deixo-vos com o prefácio do autor-mor do projecto:

___________________________


À Procura das Mamocas Desaparecidas

--

A ideia da história surgiu do facto de uma amiga minha inglesa andar sempre a dizer que não tinha mamas lol. E numa conversa com outra amiga (Midgy) para uma possivel nova história (já que esta não é a primeira)ambos achámos hilariante a ideia de que alguém lhe tinha roubado os seios. Daí não as ter. Do roubo surgiu-me a ideia de um policial manhoso, gabinete de detectives, e assim surge o inicio da história. Depois cada pessoa foi adicionando uma nova parte, novos personagens, dando sempre um sentido incerto e surreal.

Influenciado por Benny Hill e o estilo 'nonsense' dos Monty Python, eu fui construindo alguns personagens, que têm tanto de depravado como de rídiculo. Ao assumir a sexualidade na sua variedade, fetishes, cliches como meio condutor da história e elemento principal do humor, procurei quebrar um certo pudor e preconceito que penso cada vez menos existir na sociedade mundial, mAs que ainda bloqueia muitas mentes no que diz respeito no lidar com o universo da Sexualidade. (Brincando com o assunto sempre se fala de coisas sérias :)

A verdade é que com a variedade de escritores, uns com mais ou menos jeito, estilos diferentes ou parecidos, a história foi ganhando alguns contornos inesperados e surpreendentes. De tal maneira que ainda não existe um fim.

Como tive vários pedidos para traduzir a história que practicamente ajudei a criar e a construir ( e orientei do principio ao fim) criei esse espaço alternativo para o publico luso-brasileiro.

Pode não ser leitura de 5 estrelas, mas tem muitos momentos bem engraçados que me deram muito gozo escrever e ler.

M.

3 comentários:

  1. Obrigado cara amiga.

    Já deves ter lido alguma coisa para lhe catalogares 'sexista'lol.
    A tradução tem-me dado um certo trabalhito, que eu espero recompensado com algumas leituras. Se for só a tua já me dou por contente.

    Bem, como um dos autores e escritores ( senão o + maluco) desta história, posso aki deixar uma espécie de prefácio introdutório, ou se quiserem um aperitivo.

    No comentário seguinte >

    ResponderEliminar
  2. A ideia da história surgiu do facto de uma amiga minha inglesa andar sempre a dizer que não tinha mamas lol. E numa conversa com outra amiga (Midgy) para uma possivel nova história (já que esta não é a primeira)ambos achámos hilariante a ideia de que alguém lhe tinha roubado os seios. Daí não as ter. Do roubo surgiu-me a ideia de um policial manhoso, gabinete de detectives, e assim surge o inicio da história. Depois cada pessoa foi adicionando uma nova parte, novos personagens, dando sempre um sentido incerto e surreal.

    Influenciado por Benny Hill e o estilo 'nonsense' dos Monty Python, eu fui construindo alguns personagens, que têm tanto de depravado como de rídiculo. Ao assumir a sexualidade na sua variedade, fetishes, cliches como meio condutor da história e elemento principal do humor, procurei quebrar um certo pudor e preconceito que penso cada vez menos existir na sociedade mundial, mAs que ainda bloqueia muitas mentes no que diz respeito no lidar com o universo da Sexualidade. (Brincando com o assunto sempre se fala de coisas sérias :)

    A verdade é que com a variedade de escritores, uns com mais ou menos jeito, estilos diferentes ou parecidos, a história foi ganhando alguns contornos inesperados e surpreendentes. De tal maneira que ainda não existe um fim.

    Como tive vários pedidos para traduzir a história que practicamente ajudei a criar e a construir ( e orientei do principio ao fim) criei esse espaço alternativo para o publico luso-brasileiro.

    Pode não ser leitura de 5 estrelas, mas tem muitos momentos bem engraçados que me deram muito gozo escrever e ler.

    M.

    ResponderEliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.