domingo, 21 de janeiro de 2007

Dúvida

9 comentários:

  1. perguntar-te-ia se Portugal te parece atraente a ti?...

    ResponderEliminar
  2. Não, não parece. Daí o uso de "passará a ser" e o realce feito a "TODOS". Já agora, queres ler as minhas Queixas, queixinhas e queixumes"? :P

    ResponderEliminar
  3. recordo-me desse título :)
    enfim... já ouviste aquele ditado "a galinha da vizinha é sempre melhor do que a minha"? Também se aplica aos países e depois, quando passamos para o quintal da vizinha, olhamos com nostalgia para o nosso... been there.

    ResponderEliminar
  4. Se os países fossem catalogados como: Sítio, Aldeia, Vila ou Cidade, Portugal seria uma Vila, uma Vila à beira-mar plantada, com todos os aspectos positivos e negativos que uma vila tem. Desemprego, baixos salários, fracas perspectivas de carreira, muito factor C(unha) défice cultural, fracos cuidados de saúde, fraca formação académica, poucos recursos para avanços tecnológicos. Por outro lado, bom clima, paisagens de sonho, cozinha inigualável, alegria apesar das adversidades, resistência a baixar os braços, amigos sempre por perto, relações humanas fortes e fraternas (apesar das invejas), e festas, muitas festas.

    Psd – O maior problema de Portugal talvez seja ter muitos portugueses ;-)

    ResponderEliminar
  5. sr. antónio,
    pela tua descrição, Poretugal só é mesmo bom para fazer férias!! eheheh

    ResponderEliminar
  6. Quando TODOS os portugueses se aperceberem de que se não fizerem pela vida dentro em pouco irão achar a Ucrânia atraente?

    Eu acho Portugal atraente, pena é que uma parte significativa dos portugueses não o sejam (não estou a falar de atracção física, as portuguesas são LINDAS!)

    ResponderEliminar
  7. Dar o corpo??? só se forem as ucranianas e brasileiras que trabalham na 24 de julho!!!

    ResponderEliminar
  8. É fato: Dar o corpo eu já vi (ou melhor, ouvi falar), mas dar a alma?? O Senhor das trevas vive aí na península? (: P

    ResponderEliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.