sexta-feira, 14 de julho de 2006

Pensos...ou quando os miúdos são deixados sozinhos...ou quando os adultos que os vigiam são ainda mais idiotas.


É certo e sabido que os homens são uns piegas quando estão doentes ou têm uma feridazita algures. É ve-los a pedir miminhos, aos ais, a pedir chá de limão e compressas e coiso e tal. O meu homem mais pequeno, o tal que tem 4 anos e meio mas já vai no bom caminho nestas coisas de homens, só vem comprovar esta regra indiscutível! Por tudo e por nada, seja um arranhão, uma pisadura, uma borbulha coçada que formou crosta, um dói-dói de qualquer espécie, pede logo um penso - como se um penso resolvesse grande coisa. Deixar-lhe pôr betadine é que é obra! Foge a sete pés!
Bem, qual não foi a minha surpresa quando vi a foto seguinte, onde o miúdo - não, não é o meu - demonstra outra utilidade para os pensos. A minha pergunta foi logo: até no pirilau?? Começa cedo!

6 comentários:

  1. Porquê? Conheces alguém que ponha pensos no pirilau? :-)))

    Bom dia ;-)

    ResponderEliminar
  2. Eh doido... e vai logo aos pensos higiénicos! :P

    ResponderEliminar
  3. Ao menos que lembrou de pôr dos finos... podia-lhe dar para pior.

    ResponderEliminar
  4. não é má idéia pro carnaval. e sai barato e arrejado

    ResponderEliminar
  5. Coitadinho!!! Não encontrava a roupa, estava com frio, e os pensos foi tudo o que achou para se tapar!!! LOL

    ResponderEliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.