quarta-feira, 1 de fevereiro de 2006

Eloquência saloia

Um destes dias, uma professora da 1ª classe, decidiu contar a historia dos três porquinhos. Foi contando até que chegou a parte em que os Porquinhos tentavam angariar materiais para construir as suas casas.
Diz ela: "E então, o primeiro porquinho chegou-se ao pé do carroceiro que transportava fardos de palha e perguntou:
- O Sr. não se importa de me ceder um pouco da sua palha para que possa construir a minha nova casa?" - contou ela.
Depois, virando-se para os alunos, perguntou:
"E o que acham vocês que o homem disse?"
Respondeu logo uma das criancinhas:
- O homem deve ter dito: "Fooooooooooda-se! Um porco que fala!!!"

4 comentários:

  1. LOOOOOOOOOOOOOOOOOOO-
    OOOOOOOOOOOOOOOOOOOL!
    :-)

    Boa noite :-D

    ResponderEliminar
  2. eu diria o mesmo :)))))))))))))))

    ResponderEliminar
  3. Só podia ser história mesmo.. Um porco mais educado que a maioria dos homens..:)

    ResponderEliminar
  4. O grande truque desta piada reside no facto de que o homem não é realmente um homem. O homem representa a personificação de uma sociedade em crise regida por valores morais nulos e pela ordinarice, resumindo, um porco. É claro que os porcos percebem-se uns aos outros... dah...

    Apenas acho mal darem estas histórias para as criancinhas que não têm metade da nossa vivência e não têm a capacidade para atingir as verdades subliminares.

    ResponderEliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.