terça-feira, 3 de janeiro de 2006

Bingo!


A isto eu chamo estar no local certo, à hora certa, com a visão bem focada.

12 comentários:

  1. Por mais casual, interessante, lotaria que esta situação poderá proporcionar, e que nós adultos poderemos decorrer e até num segundo imaginar nós mesmos numa situação semelhante ( e eu posso até partilhar que tal visionamento me causou um certo 'deja vou', ou se quiserem em versão inglesa ' been there, done that' :P ) , a verdade é que a inocência e pureza talvez ainda se encontrem no olhar e no coração de tal criança. E provávelmente, o que esta criança poderá estar a decorrer nesta situação será talvez um :

    " Eh pá....espera lá ... aquilo ali .... tenho a impressão que foi por uma porta daquelas que eu saí ..... e depois veio o sacana do médico e deu-ma a palmada no cú!"

    ResponderEliminar
  2. Literalmente, um puto com olho p'rá coisa :-)

    ResponderEliminar
  3. é por estas e por outras que eu comia o puto.

    ResponderEliminar
  4. realmente os chinelos da gaja são engraçados, mas não creio que isso seja motivo para fazer um post...

    ResponderEliminar
  5. Olha-me este! Se tu fazes um post sobre merda & diarreia, eu não posso fazer sobre havaianas? ai ai ai!

    ResponderEliminar
  6. Que mentes conspurcadas e pecaminosas... ninguém reparou na plantinha que o piqueno tem na mão!

    Haja decoro!

    ResponderEliminar
  7. Ah puto sortudo , eheheheheheheh

    ResponderEliminar
  8. Este pita é mesmo Badalhoco carago !!!

    ResponderEliminar
  9. aquilo não são havaianas... ou são espanholas ou portuguesas... pronto eu calo-me.

    ResponderEliminar
  10. ó pá!!sem comentários!!um grande ano para ti!!beijos

    ResponderEliminar
  11. eu também tento sempre ficar com vistas para a baía, ou com vistas para a serra, ou com vistas para o vale glaciar, ou com vistas para o banco, ou com vistas para a conadatia.

    ResponderEliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.