segunda-feira, 13 de agosto de 2018

Morreu tudo

Já não me lembrava de ler um livro tão deprimente-romântico quanto o que ontem acabei de reler passados uns bons 30 anos de o ter feito pela primeira vez. É que nem os policiais nórdicos, por muito frios e sanguinolentos que sejam, são assim como o Amor. Irra!

4 comentários:

  1. Bate o Joe Nesbo???
    Se sim, é mesmo mauzinho!
    Sim, foram boas, obrigado e as tuas? :P

    ResponderEliminar
  2. Que caraças! Deixei de receber notificação no mail dos comentários aqui no blog e agora não sei o que se anda a passar aqui.

    Olha, eu estava a falar mesmo do "AMOR DE PERDIÇÃO", QUE tu conheces, certo? É que ali não escapa um, tal a mortandade e a violência, física e emocional, entre os intervenientes. Logo sim, bate o Nesbo!

    As minhas ainda estão a ser, mais 4 dias. Mehhhh....já as tive bem melhores, já....espero que estas não se repitam tão cedo. :)

    ResponderEliminar
  3. Já li o amor e perdição.. e um livro e tal sim :)
    Há livros que nos deixam completamente em baixo.

    ResponderEliminar
  4. Mas podes eliminá-las... (às letrinhas)

    ResponderEliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.