sábado, 10 de fevereiro de 2018

Confirma-se

10 comentários:

  1. https://www.youtube.com/watch?v=YRyDpqM0VUg
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo, se eu tivesse alguma criança que nos imitasse ainda concordaria. Agora alguém com 16 já não é criança, já pensa muito pela sua cabeça e argumenta "O quarto é meu, eu arranjo-me nesta desarrumação".
      E eu já nem quero saber, para dizer a verdade. Desde que os espaços comuns a todos na casa estejam arrumados, é o que me interessa.

      Eliminar
    2. Era apenas uma pequena provocaçãozinha... Jamais os pés de Cinderela da Pseudo cheirariam a chispe... ;)

      Eliminar
    3. A chispe, nunca, Anónimo. Mas a chulé, de vez em quando, lá calha...a diferença é que ponho o meu calçado a arejar, ao contrário do porquito cá de casa :P

      Eliminar
  2. É ao ver estas pequenas coisas que me congratulo de viver sozinho. E tenho todos os espaços arrumados, que lindo menino. ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Patifezinho, tenho esperança de que quando o meu pequeno grande patife começar a viver no espaço dele, sinta necessidade de ter todos os espaços arrumados. Ainda faltam uns anitos, contudo. A fase universitária (se lá chegar), desconfio, será bem pior que esta. :)

      Eliminar
  3. Isso é praga.
    Os meus também foram assim, deixa estar. Depois muda. Isso e outras parvoíces, faz parte.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Karma, AZInho :)
      Eu também mudei, quando saí de casa dos pais. Mas enquanto não passa, esta fase, é chata como tudo.

      Eliminar
  4. E depois vêm os netos...
    Mas aí, a gente dá folga e não se preocupa com os abusos. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ui, onde tu já vais. Vais muito adiantado. Aqui não se pensa em netos. :)

      Eliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.