domingo, 14 de maio de 2017

Sensibilidade musical de um orangotango numa loja de porcelana

É assim que me sinto e sinto que tenho, pois por muito louvadas que sejam a canção e a prestação do vencedor do festival, eu não consigo adorar a canção. Por muito bonita que seja a letra e genuínos a interpretação e maneirismos do seu cantor, não é melodia que me cause arrepios nem me tenha causado pele de galinha ou lágrimas nos rés-do-chão.

Claro que sim, que fiquei contente por termos mais um vencedor no país, mas da música não consigo dizer mais do que isto que sinto.
Não sou a única, pois não?

36 comentários:

  1. Respostas
    1. Não estou convencida, Anónimo.

      Eliminar
  2. É uma belíssima canção de amor, e não só. A letra, música e interpretação são absolutamente cativantes. Ou prefere esta? https://www.vagalume.com.br/leandro/que-mal-te-fiz-eu-diz-me.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não escrevi o contrário do que acabou de afirmar, Anónimo. Digo, sim, que é uma música que não me deslumbra, apesar de admitir que a interpretação do rapaz é única e destoa de muito, da imensa "fast music" que oiço.

      Eliminar
  3. Por curiosidade, diga lá uma música que a deslumbre. Pode ser das que já concorreram ao festival.

    ResponderEliminar
  4. Essa não entrou no festival, foi Lusitana Paixão. Mas concordo que é bonita. No entanto, não me arrabata como a dos manos Sobral. Cada pessoa tem os seus gostos, não há forma de gostarmos todos do mesmo.

    ResponderEliminar
  5. O Anónimo pediu uma música que me deslumbre; apresentei-lhe uma. Eu não disse que tinha entrado em qualquer festival. :)
    Ora nem mais. :)

    ResponderEliminar
  6. Eu pedi uma que a deslumbrasse e disse que podia ser uma do festval, para podermos comparar com a deste ano.
    O que interessa é que ganhou, o Benfica também, o ano passado fomos campeões europeus de futebol, e para o ano há Mundial, estamos imparáveis! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O sentimento generalizado de optimismo é inegável. :)

      Eliminar
  7. E é Anónima, apesar de falar bastante em futebol ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem, enquanto @s comentador@s anónim@s não se identificarem de acordo com o género, continuarei a dirigir-me a el@s tal como a plataforma do blog permite: Anónimo, apenas. :)

      Eliminar
    2. Não é a única :)
      Não gosto da música, mas lá está se todos gostassem do amarelo... E claro fico contente que a rtp tenha ganho o festival, pois para o ano vão estar de olhos postos no nosso país e é uma oportunidade para publicitar este canto à beira mar plantado.
      Ana

      Eliminar
    3. Ana, eu diria "MAIS uma oportunidade para...". :)

      Eliminar
    4. Tenho que adorar este teu anónimo por mencionar o grande hit do Leandro...

      Eliminar
    5. Quem é o Leandro??

      Eliminar
    6. Pseudo, quem é o Leandro?! Que falta de cultura :), ora vá lá ver a musiquinha no link que partilhei.
      Chata, que saudades... lia sempre o seu blogue, quando volta a escrever?
      Como posso não conhecer o Leandro se a minha vizinha gosta de o ouvir em bom som aos sábados de manhã?

      Eliminar
    7. Anónimo, sou inculta assumida. Há tanto e tanto para saber!
      Agora vou ver o tal link...

      Eliminar
  8. É um daqueles casos de "primeiro estranha-se, depois entranha-se".
    Pessoalmente demorou a entranhar, mas reconheço-lhe toda a qualidade que tem! Minha nossa, entre esta e um Hard Rock Hallelujah que ganhou pela Finlândia há uns anos nem há comparação possível. A mesma coisa para algum do lixo musical que levámos em alguns outros anos.

    P.S: a minha favorita desde que comecei a acompanhar o Festival continua a ser a da Lúcia Moniz.

    ResponderEliminar
  9. Jasus, N.! estou agora a ouvir essa que mencionas. Alguém tinha andado a fumar coisas estranhas nesse ano! MEDONHA!

    Já deixei de acompanhar o festival há muitos anos. Desta vez comecei a ver estava a contagem de votos no 8º ou 9º país. Achei as expressões de espanto do rapaz engraçadíssimas! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lembro-me tão bem dos apresentadores portugueses estarem passados com as votações nesse ano e depois fiz um zapping e os da BBC também só se riam para não chorar...

      Lá por casa é ritual anual ver-se o Festival com um papel a tirar notas sobre as actuações para depois nas votações quando alguém dá 12 pontos a Montenegro, por exemplo, ser mais fácil ir às notas e ver que é a música "do tipo de smoking branco com o coro de meninas a dançar can-can".

      No meio disto tudo, no único ano em que Portugal ganha aquela coisa, eu não vi! Estava no Marquês. :)

      Eliminar
  10. E estavas num excelente sítio, presumo que a correr para trás e p´rá frente! Correu tudo bem, espero. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, foi um treino especial. 36 voltas ao Marquês. :)
      Correu tudo bem.

      Eliminar
  11. estou contigo, pseudo, e não abro :b

    R.

    ResponderEliminar
  12. Respostas
    1. bingo. joga no milhões :b

      R.

      Eliminar
    2. Temos saldo para isso? Se sim, basta dares-me carta verde e avanço já com númaros :P

      Eliminar
    3. acho que com zero aéreos não se joga grande coisa :b

      R.

      Eliminar
    4. Oh raios! Indaga aí a malta a ver se quer reatar a coisa ou nem por isso. O Chato anda completamente desaparecido, certamente na bruxa ou por aí. :)

      Eliminar
    5. só cá vim para mostrar que não estás só no 'nha' relativamente ao tema do salvador :b

      R.

      Eliminar
    6. Ah, continuas chato e anti-social. Pronto, tá bem. :)

      Eliminar
  13. Ana, a Má Pessoa15/05/17, 18:59

    De cada vez que ele canta aquilo, coro de vergonha. Há sempre um trejeito novo, uma coisinha aqui que me coça o nervo. Acho que passámos do encantamento do coitadinhismo para a hipnose da fofinhice. E o pior é que não gostar daquilo é visto como um admitir de falta de cultura e bom gosto. Não gostas do Salvador, então gostas é do Quinzinho de Portugal. Mas isto é lá para aqueles que têm os Il Divo nos píncaros do seu intelectualismo.

    Não está sozinha. Somos um grupo silencioso, discreto, traumatizado, mas existimos, Pseudo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ana, eu não coro de vergonha. Nem disse que não gostava; disse sim que não é música que me arrebate nem suscite toda esta admiração que oiço e vejo falar em todo o lado. Nem sequer estou traumatizada nem acho que seja motivo para tal. Que o rapaz optou por exibir certos gestos e tiques diferentes da maioria dos que cantam, ai isso, sem dúvida. Mas não me sinto envergonhada, apenas encolho os ombros quando me dizem que ele é assombroso.

      Eliminar
  14. Pseudo, no seu post ficou claro que a sua visão é muito mais ligeira do que a minha. :) Sim, estou mais sensível ao rapaz do que a Pseudo, mas não estará sozinha no grupo dos que não se enamoraram por ele. Ele tem o seu mérito, não lhe tiro isso. Mas achei tudo um exagero. (E então fui eu também parar ao exagero, mas para o outro lado. hahaha)

    Ana

    ResponderEliminar
  15. Sou a primeira anónima que comentou e deixou o link da música do Leandro. Ninguém tem que gostar do Salvador Sobral e/ou da canção. Também não é preciso gostar dos maneirismos com que ele canta. Até se pode ouvir a canção de olhos fechados para deixar a melodia e letra mostrarem o seu valor. Eu quero lá saber se ele faz caretas ou trejeitos, o poema é lindo, assim como a melodia. A voz do Salvador também. O que importa o resto?
    Ah! E não é por gostar de Salvador que somos mais ou menos sensíveis ou cultos. E o Quinzinho de Portugal até tem a sua graça, para quem apreciar o género.:) E não, não aprecio os Il Divo. Nem sequer há um que seja giro :)

    ResponderEliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.