domingo, 4 de dezembro de 2016

Gabriel Allon

É o meu novo herói literário: judeu de meia-idade, casado, cabelo grisalho, porte atlético, atento e atencioso, agente dos serviços secretos israelitas, amigo do "American establishment", restaurador de obras de arte, exímio no planeamento de atividades de espionagem. Nem sempre capaz de cumprir promessas. E é esta uma das razões que o torna normalmente imperfeito.

8 comentários:

A Chata disse...

Perdi o encadeamento dos livros :/

Anónimo disse...

Olha "A Chata" ainda respira!!!E participa neste blog...

Sci disse...

Li a saga toda e também fiquei grande fã :)

Pseudo disse...

Este que acabei ontem é do Daniel Silva, Sócia: "Retrato de uma espia".

Pseudo disse...

Sci, qual é o primeiro da saga, sabes? E quantos são?

Sci disse...

Eu li-os em inglês, mas penso que a tradução para o primeiro seja "O artista da morte". São 16 no total.

The Kill Artist(2000), The English Assassin(2002), The Confessor(2003), A Death in Vienna(2004), Prince of Fire(2005),The Messenger(2006), The Secret Servant(2007), Moscow Rules(2008), The Defector(2009), The Rembrandt Affair(2010),Portrait of a Spy(2011), The Fallen Angel(2012),The English Girl(2013), The Heist(2014),The English Spy(2015), The Black Widow(2016).

Anónimo disse...

Prefiro opinar sobre "coadores de café "...

Pseudo disse...

Está no seu direito, Anónimo.