domingo, 13 de novembro de 2016

Luz de Ferro e Céu de Chumbo

Longe de serem temáticas que me agradem - as grandes guerras mundiais do século passado e o Nazismo, visto da perspectiva de um elemento nazi algo revoltado com o sistema que integra -, são temas que qualquer alun@ de nono ano tem que estudar. E este ano o jovem adolescente aqui de casa tem que ler na íntegra uma das duas obras mencionadas no título. Eu já li os dois livros, o primeiro mais rapidamente que o segundo. E continuo a não gostar do tema. E se quando li o primeiro, achei que não era livro adequado à faixa etária do rapaz (e aqui entraríamos noutra discussão tão ou mais interessante: o que é que é adequado a uma pessoa de 14/15 anos ler? quem decide o que é adequado? porquê o tema X e não o tema Y? porque é que (não) é adequado, afinal?), nem sequer tema que lhe interesse, então o segundo ainda muito menos. Apesar de toda a violência que os adolescentes visionam hoje em dia, creio que é necessário ter alguma imaginação, aos 14/15 anos, para conseguir recriar na mente batalhas com tanques, armamento obsoleto, mapas dos territórios europeus ocupados pelos nazis e pelos soviéticos, e localizar no mapa de um determinado país as localidades mencionadas no livro e os trajectos percorridos pelas diversas partes bélicas. Sei que o objectivo de quem o obriga a ler o livro em questão não passa por decorar a toponímia da época nem os nomes dos indivíduos e grupos intervenientes nos conflitos. Questiono-me se não haveria obra mais apelativa, mais cativante, menos feia... para estudar uma época tão horrenda da História europeia.

3 comentários:

  1. Mais ou menos com essa idade recebi em casa e li cada linha de uma coleção de banda desenhada sobre as batalhas mais marcantes da 2ª GM. Depois peguei em 2 volumes grossos dedicados ao assunto que havia em casa e, de Atlas ao lado, fui ver onde ficavam as localidades constantes das obras. Durante mais alguns anos li outras obras diversas que me permitiram ter um conhecimento algo aprofundado sobre tão obscuro momento da história da humanidade. Mas eram outros tempos, ainda se faziam filmes e séries dedicadas ao tema. Neste momento acho que será muito fastidioso pedir a jovens nessa faixa etária que estudem o assunto com profundidade. Os que tenho em casa, apesar de terem já visitado alguns museus alusivos e de me ouvirem discorrer, não demonstram grande interesse no tema :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ness, o meu também só tem o interesse que o professor de história o obriga a ter. Ler sobre programação, linhas de código, Java e mais não sei o quê...e ver vídeos sobre estas coisas...é muito mais interessante! :)

      (Eras um bocado marrão, não? :P)

      Eliminar
    2. (Sempre me dediquei com interesse aquilo que me interessa :) )

      Eliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.