quarta-feira, 29 de junho de 2016

Às vezes é um sufoco tremendo

Tenho tantos medos que tenho medo de não deixar viver quem não tem medos e tem vida pela frente.

2 comentários:

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.