segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Como resposta não-solicitada a algo que vi escrito algures no bairro

Usar um relógio é, quanto a mim, um acto de elegância. Não necessariamente de se ser seguidor/a da moda, mas reflexo do bom gosto de quem o traz no pulso, nestes tempos em que o telemóvel parece substituir tudo e todos, em muitas circunstâncias. Se tivesse capacidade monetária para tal, coleccioná-los, para lhes dar uso frequente, seria um dos meus hobbies caros.

5 comentários:

  1. Concordo, eu que deixei de os usar porque a pilha acabou. E porque quer o pc quer o telemóvel me oferecem a informação necessária. Mas ser elegante, nesta altura, implica poder gastar vários salários de uma só vez :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ness, deixa-me perguntar-te isto: tens vários ordenados ou não és elegante? É que o meu único ordenado permite-me sê-lo, sem necessidad de comprar relógios caros que exijam vários ordenados. Deves ser muy xique, tu :P

      Eliminar
    2. Está visto que gostava de ser elegante, acho que isto responde à tua questão :P

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Uso, adoro e gostava de ter mais uns quantos. ali, em montra, à disposição para uso diário, de acordo com os apetites e afins. :)

      Eliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.