domingo, 31 de janeiro de 2016

Inquérito

O que gostariam vossas excelências de ler aqui neste tasco? Escrito por mim ou pela Sócia ou por outrem?

9 comentários:

  1. Respostas
    1. Sócia, há que dar a voz aos poucos clientes que continuam a vir cá ler-nos. :)

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Maria, eu também. E obrigada. Mas falta aqui um "je ne sais quoi". :)

      Eliminar
  3. Também me parece que está bem - estava curiosa sobre o que estaria nos comentários :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. redonda, estes posts-inquéritos arriscados devem ter sempre comentários abertos, para dar voz à vez dos leitores / comentadores, em plena liberdade, sem quaisquer restrições. :)

      Eliminar
  4. Pensei um bocado antes de vir aqui responder ao teu inquérito, Homónima.
    É que não tenho nada de concreto para "pedir". Gosto do blogue assim. Gosto que só tenha texto e não tenha fotos ou música, por exemplo. Gosto que sejam vocês próprias, com os vossos desabafos ou dúvidas, com as tuas pequenas histórias sobre os teus alunos, por exemplo (esses são os meus posts preferidos). Gosto assim.
    Gosto que digas que gostas de ser referida num outro sítio, gosto que digas que começaste a seguir um blogue sem quase o conhecer, gosto que tenhas dito aquilo que disseste sobre o teu blogue preferido (Palmier). Gosto muito do coração aberto e de coisas genuínas e simples. E prefiro sempre ler a ver fotos ou ouvir música.
    Não sei se respondi ao que pediste, mas fui o mais sincera e completa possível.

    ResponderEliminar
  5. A Sócia, farmacêutica, podia falar sobre pomadas para as comichões e Tu, minhota, sobre a arte de fazer rojões...
    Pode ser?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo, eu não sou minhota, logo, o pedido não é aceite. Além de que detesto os rojões À moda do Minho. Só o cheiro e o aspecto ...

      Eliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.