quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Cagadeira

"Mas eu estava na cagadeira..."
Sabem onde ouvi isto, sabem? 
E sabem que quem proferiu tal ainda acrescentou, minutos mais tarde enquanto me pedia desculpa, com plena consciência de ter dito asneira, que era o que estava habituado a dizer e a ouvir dizer em casa, sabem? 
Em 20 anos que levo disto, é a primeira vez que oiço tal termo antiquado pela voz dum petiz  e em plena sala de aula. A sério!

12 comentários:

Maria do Mundo disse...

Não estranho. Cá em casa não se usam esses termos e já não é a primeira vez que tenho de corrigir a minha filha porque diz que quer "mijar!", ou seja ir à "mijadeira"!

Dora disse...

Dás nas no Alentejo ou interior? :)

Ness disse...

E não lhe disseste que para a próxima tem que usar o termo na língua que se fala dentro daquela sala?

Anónimo disse...

Asneira?! Desde quando o termo "cagadeira" é asneira?! Se existe inclusivamente o termo no dicionário de lingua portuguesa! Assim como parir e prenha também são termos correctos e não grosseiros. enfim...

Pseudo disse...

Maria, também aviso o meu sobre certos termos. Mas de vez em quando lá sai um em ambiente menos adequado. :)

Pseudo disse...

Dora, numa localidade minhota, logo não é regionalismo daqui. :)

Pseudo disse...

Ness, disse-lhe que gostaria que não houvesse "próxima". :)

Pseudo disse...

Anónimo, e algum dia em me abstive de usar esses 2 termos e outras asneiras aqui ou no meu discurso diário, de acordo com as circunstâncias?
Não me diga, anónimo, que não adequa a linguagem ao contexto, ao local, às pessoas com quem interage. Acha então que "cagadeira" é um termo normal, adequado para designar o local onde antes esse aluno tinha ido, e aceitável numa aula? Ok, são opiniões.

Anónimo disse...

Claro que é normal. Linguagem de sala de aula (de escola, enfim) também inclui a palavra "merda" com toda a naturalidade. Ou não vem no dicionário? Hum?

Pseudo disse...

Anónimo, eu faço distinção entre "linguagem de sala de aula" e "linguagem de escola". E não é porque a palavra existe ou não no dicionário que a uso ou não uso.
Mas se para si usar qualquer termo neste contexto é normal, olhe...paciência, para mim, não é.

Anónimo disse...

Bem, nesse caso só posso usar uma frase que se vê muito nisto dos comentários: "e não sabe o que é ironia?". Um bom fim de semana :-)

Pseudo disse...

Se o Anónimo lesse o meu blog de fio a pavio, saberia a resposta À sua pergunta.

=/ :)