segunda-feira, 15 de junho de 2015

Ando indecisa

E isto apoquenta-me a ponto de não me deixar dar o passo seguinte, que é tomar a decisão final: devo acabar de ler este, de autor inglês,

ou este, de autor irlandês?

Ambos em minha posse desde os idos 90 do século passado. 
Se o primeiro é apresentado numa linguagem algo snob-arcaica, sobre um certo autor americano, o segundo apresenta-nos situações irreais, oníricas, fruto duma imaginação estranhíssima.
A alternância na leitura só foi interrompida para ler literatura de viagens, donde consta  a seguinte citação: "I wanted to be puzzled and charmed, to experience the endless, beguiling variety of a continent where you can board a train and an hour later be somewhere where the inhabitants speak a different language, eat different foods, work different hours, live lives that are at once so different and yet so oddly similiar. I wanted to be a tourist." - Bill Bryson

3 comentários:

  1. Perigosa, essa frase. Um dia a Pseudo corredora do mundo vai sair dessa concha protetora e esfalfar o corpinho a percorrer o tanto que há para ver pela estrada fora :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ganhasse eu o Euromilhões, e ias ver a concha a ir por esse mundo fora, ias....desde que não tivesse que viajar por muitas águas. :P

      Eliminar
    2. Já esfalfar o corpinho.....só se fosse num spa de 5*s :P

      Eliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.