quinta-feira, 21 de maio de 2015

Sinais dos tempos

Hoje permiti que vários alunos usassem os seus telemóveis na sala de aula. Com dois objectivos fundamentais bem definidos. Eles não abusaram, não houve histerismos nem "Dá-me o telemóvel, já!".
Enquanto pesquisavam e escreviam sobre "espécies em vias de extinção", "mudanças climatéricas", "desflorestação", etc, descobri que esta malta de 14-16 anos ouve Scorpions, Chris Norman, Abba, Bonnie Tyler, Pearl Jam e outras "velharias" dos 80s e dos 90s. Até A-Ha conhecem! Supreenderam-me.

43 comentários:

  1. É sinal que têm bons Pais...
    Cá em casa é igual. Tal Pai, tal filho.

    Já agora, não os mandou procurar por um blog de duas parvas...

    ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não, não lhes pedi tal coisa. Mas diga-me: acha que esse blog se enquadra na temática "Problemas ambientais"?

      Eliminar
  2. Desculpe. Fiz uma leitura seletiva e apaguei algumas letras ( a..bi..): aMbiENTAIS...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lamento que sofra desses seus males e asseguro-lhe que aqui não encontra solução para eles. :)

      Eliminar
    2. Não diga que tenha a solução... sei perfeitamente que padece do mesmo...por isso nos entendemos.
      Muito mais é o que nos une, que aquilo que nos separa.

      ;)

      Eliminar
    3. Diga-me lá que não partilhamos essa característica com 7 mil milhões de pessoas, ora...

      Está muito gentil, hoje. O que é que sabe que eu não saiba?

      Eliminar
  3. Gentil hoje??? Só hoje???
    Eu que sou um verdadeiro cavalheiro...
    Lembra-se de algum momento em que não o tenha sido?

    ResponderEliminar
  4. Ai estou a falar com o Anónimo habitual? Sim, sendo assim tem razão. Acho que não houve momentos aqui que não o tenha sido.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já o contrário...

      Eliminar
    2. É bem verdade! Mas se eu o tivesse sido sempre, já cá não andaria há bué. Mentira ou verdade? :)

      Eliminar
    3. Eu ou a Pseudo?
      acha que sou masoquista?
      O que me atraiu em si foi a referência que fez sobre as semelhanças físicas da Pseudo com a Madonna with the big boobies do Van Klomp ... Esses foram os "argumentos" que me atraíram...

      Eliminar
    4. Você, o senhor ...ou senhora, sei lá.
      Sim, acho. :)

      Err...bolas. Não me lembro de alguma vez eu ter dito que tinha semelhanças físicas com essa senhora! Falei dela em contexto do Allo, Allo. Não?

      Eliminar
    5. E porque não Tu? Vês, há em ti uma consciência implícita de que estás perante um ser especial...daí essa hesitação...podes tratar-me por "Mestre" ou "Amo", como preferires.

      Eliminar
    6. Anónimo, como pode ler, foi você que hoje começou a tratar-me assim; eu continuei, por educação. Mas podemos usar o TU à vontade.

      Eliminar
    7. Fiquemos pelo "Mestre", parece-me mais apropriado...

      Já agora, os seus miúdos também conhecem isto:
      https://www.youtube.com/watch?v=I52eefwAKDE

      Cavalheiro, charmoso e melómano...

      Que grande A Nónimo arranjaste.

      Eliminar
    8. Manterei "Anónimo", sendo assim. :)
      Não digo que não. O J. até sabia quem era o Chris Norman, e eu não...

      Eliminar
    9. "Não digo que não." - Porque retrai os sentimentos? Solte-se! Diga o que lha vai na alma! Sinta-se como se estivesse no divã do seu terapeuta... Diga lá que não lhe apetecia acrescentar, giro, cheiroso, inteligentíssimo (quase génio, vá), ...um verdadeiro "pão"...

      Eliminar
  5. Ó homem!! O "Não digo que não" referia-se a isto seu: Já agora, os seus miúdos também conhecem isto:
    https://www.youtube.com/watch?v=I52eefwAKDE"

    ResponderEliminar
  6. Mantenho a sugestão para que abra a alma e deixe sair esse mar de elogios que traz entalado no peito... força. Eu aguento com os elogios. já estou habituado....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não de minha parte, não está. E assim nos manteremos.
      Agradecida pela sugestão. Não me esquecerei dela da próxima vez que visitar o divã do/a terepeuta. :)

      Eliminar
    2. Deus dá nozes (ou será avelãs) a quem não tem dentes... Paletes de bloguers simpáticas a merecer um A Nónimo como manda a sapatilha e foi-me sair logo esta PSEUDObloguer...

      Se não me cativas, vou à procura de outra raposa...

      Eliminar
    3. Não se prenda por minha causa, A Nónimo. O mundo é demasiado grande para ficar sempre no mesmo sítio. :)

      Eliminar
    4. Mal agradecida.
      https://www.youtube.com/watch?v=uRTW7tl0pew

      Eliminar
    5. Já me chamaram coisas piores. :)

      Eliminar
    6. És a miúda mais palerma, interesseira, convencida, ignorante, esganada, egoísta, malcriada, analfabruta, pestilenta, hipocondríaca, avarenta, bexigosa,…vou comprar um dicionário que só tenha nomes feios para eu te chamar todos e ficares de ouvidos cheios...

      Eliminar
    7. Anónimo, está mais aliviadinho, está? :) Ainda bem.

      Eliminar
    8. Só tu, Pseudo, me arrebatas
      a existência e o pensamento;
      vivo de ler-te e de sonhar-te,
      vivo em permanente sofrimento…

      Diz-me uma só palavra e serei salvo…

      <3

      Eliminar
    9. Isso são duas.
      :(

      Eliminar
    10. Escolhe a que mais te agradar.

      Eliminar
    11. Tipo "um dó li tá"?

      Eliminar
    12. E se eu escolher a palavra "Bem". Posso interpretá-la como um chamamento? Estarás a tratar-me por "Bem" como as brasileiras? E com aquele sotaque doce e tudo? ..

      Eliminar
    13. Podes escolher a palavra "Bem". Contudo, eu não a utilizei como chamamemnto para nada nem estou a tratar-te como as brasileiras. Já o sotaque....pois, eu acho que não tenho, mas aqui a malta do Minho acha que sim, que eu tenho. Enfim....discordâncias regionais.

      Eliminar
    14. Cê tem sutaqui, Cê tem como a "madona do allo, allo", ...cara Cê tem tudo! Cê é uma braza!

      Assim Cê mi mata...

      Eliminar
    15. Pronto, tá bem. Que vou fazer? É deixá-lo falar :)

      Eliminar
    16. Caríssima, Pseudo. Agora a sério.

      Durante alguns tempos encontrei nestas visitas ao seu blog e na troca de piropos que mantive consigo a única expectativa positiva que tinha ao acordar… não lhe disse mas embora possa estranhar pelo discurso apalermado, sou um idoso viúvo que vive com a família do filho já casado e que na ausência d o filho e da nora para o trabalho e dos miúdos para a escola, se entretém a teclar por aí… acontece que a família, fruto de algumas alterações profissionais, vai deixar de me poder apoiar e manter cá em casa razão pela qual domingo ao final da tarde darei entrada num lar onde penarei o resto dos meus dias…já soube de antemão que lá não permitem o acesso a redes sociais e outras coisas que tais pelo que deixarei de a visitar…
      Por tudo o que me proporcionou, a companhia, os sorrisos, enfim…, a minha gratidão. Parto, levando-a comigo no coração.

      Desejo-lhe o melhor da vida.
      Receba o mais respeitoso, fraterno e até paternal beijinho.

      Até sempre.

      A Nónimo ( o tal palerma)

      Eliminar
    17. A Nónimo, tudo de bom para si e até breve. :)

      Eliminar
  7. Esse "A Nonimo" ofusca qualquer dos comuns anônimos que por cá apareçam. Tem pinta o rapaz e é rápido a pensar e a responder, Será que no "vamos a ver" também é assim tão espontâneo?

    Bem o melhor é assinar, não?
    ASS: ANTónimo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vocês, A Nónimo & ANT Ónimo, conspiraram para me confundir, só pode...

      Eliminar
  8. A minha filha tem (quase) 16 anos e agora descobriu o gosto por Maria Bethania.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Patrícia! :)

      Numa altura em que muita gente diz que a música que a malta de 15-20 anos ouve não presta porque é só barulho, alguns destes catraios surpreenderam-me. Como disse e bem alguém lá em cima, ouvir "velharias" tem muito a ver com o que os restantes elementos da família ouvem. :)
      á

      Eliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.