quinta-feira, 28 de maio de 2015

No outro dia foi ela, hoje sou eu

Isto de se ser de lágrima fácil, de ter a lágrima no rés-do-chão, de chorar por tudo e por nada, por dá cá aquela palha, não é fácil. Antes das 8:20 já estava a ter um tête-à-tête com colega de profissão e as lágrimas a estragarem-me a maquilhagem. (Mentira, não estragaram absolutamente nada!). Acabámos abraçadas e a rir. Palermas! Mas tinha que sair, pois já estava emperrada aqui na garganta há uns tempos.

Passadas 2 horas, bastou alguém mencionar o tema "a minha mãe"...e pronto, lá estava eu novamente a molhar a mesa e a dar lucro à empresa dos lenços de papel.

Isto das hormonas tem muito que se lhe diga, tem...

6 comentários:

  1. Eu sei que Tu e a "Chata" andam de costas voltadas mas a falta daquela farmacêutica outra se levanta:
    - Tenta com Trifene 200...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hahahahahahah! Oh pah, a melhor do dia neste blog. :)

      Eliminar
  2. https://www.youtube.com/watch?v=RMr07gidOs8

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai Anónimo, por hoje já chega de limpeza e purificação visual. Tá bem?

      Eliminar
  3. Paira por aqui um anónimo um bocado inconveniente. Ainda bem que não somos todos iguais.
    Saudações.

    ResponderEliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.