segunda-feira, 11 de maio de 2015

Final aberto

Inesperadamente, fomos ao cinema na sexta à noite. Não estando cheia a 100%, a sala estava muito bem compostinha. Tão bem compostinha que tivemos o azar de ficar numa fila lá bem no topo e de à nossa frente vermos quase ao pormenor as cabeças e os cabelitos de dois cinéfilos altos que, sem quererem e sem saberem, nos impediram de vermos confortavelmente o que lá fomos ver. Felizmente, as laterais estavam ainda livres e poucos minutos depois do filme começar, mudámos de lugar e nunca apareceu ninguém a reclamar os lugares.
Quase 150 minutos de filme de acção, com heróis e heroínas e com um fim previsivelmente americano, que, apesar das baixas, reflecte o Bem a vencer o Mal, tão típico na banda desenhada da Marvel. Para quem leu alguns livros, foi interessante ver algumas das semelhanças entre as personagens livrescas e as deste filme.  
É assustador, contudo, saber que o Tony Stark anda aí à solta e com projectos mirabolantes e megalómanos...

2 comentários:

  1. Vingadores?...Ando para ir ver, gosto de muita acção.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. AC, vale a pena se gostares do género. Eu gostei. Contudo, se não tivéssemos o petiz connosco, a escolha teria sido outro: "Os Últimos Cavaleiros". :)

      Eliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.