terça-feira, 14 de abril de 2015

Das minhas dívidas e das dúvidas deles

Estou a dever algo à Pandinha (eer, fui ver melhor e afinal não é à Pandinha, mas agora não me lembro quem foi que me passou a fava; que caraças! Que se acuse quem foi e que perdoe esta distraída, se faz favor) e ao Mano, mas 'tou cá com uma vontade...eles que me perdoem, que há-de sair quelque chose, mas à lá obras de Mafra, tá bem?

Adenda das 23:50: Fez-se Luz: foi a Titi Agri! (sorry, sorry, sorry...)

9 comentários:

  1. Respostas
    1. Mas a menina conhece mais alguma Pandinha nas redondezas? Eu não. :)

      Eliminar
    2. Pandinha, troquei-me toda! Afinal não é a ti que devo, mas também não me lembro quem é a outra pessoa (que vai matar-me quando ler isto, pois tá claro...)

      Eliminar
    3. AHAHAHAHAH muito bom :D Pois, por isso é que eu perguntei, que não me ocorria nada e eu já estava aqui a achar que estou realmente senil (e estou um bocadinho, diga-se).

      Eliminar
    4. Pandinha, pelos vistos há quem esteja mais do que tu. :P

      Eliminar
  2. Vi isto ontem à noite e pensei "deve ser outra coisa."

    Estás a falhar(-me)!!! :p :p

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Perdoa-me!! Faço (quase) tudo o que tu quiseres! :P

      Eliminar
    2. Cuidado com o que dizes!!! ;)

      Eliminar
    3. Tou salvaguardada pelo parêntesis e pela minha decisão final :P

      Eliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.