quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Menu de hoje

Fica ao critério de clientela. Partilhem os vossos desejos. Sem pudores nem vergonhas.

10 comentários:

  1. Para mim desejo uma refeição leve.
    Dispenso a entrada.

    Menu
    Lampreia à Bordalesa;
    Papos de Anjo com ananás dos Açores;
    "Duas Quintas" Tinto Reserva 2011
    Café e Aguardente Adega Velha

    E depois um ligeiro passei a pé e uma boa noite de sono.

    Pode ser?

    ResponderEliminar
  2. Vou recorrer às sábias palavras de José Régio para sem pudor partilhar o desejo que carrego no peito:

    Num impudor de estátua ou de vencida,
    coxas abertas, sem defesa... nua
    ante a minha vigília, a noite, e a lua,
    ela, agora, descansa, adormecida.

    Dos seus mamilos roxo-azuis, em ferida,
    meu olhar desce aonde o sexo estua.
    Choro... e porquê? Meu sonho, irreal, flutua
    sobre funduras e confins da vida.

    Minhas lágrimas caem-lhe nos peitos...
    enquanto o luar a numba, inerte, gasta
    da ternura feroz do meu amplexo.

    Cantam-me as veias poemas nunca feitos...
    e eu pouso a boca, religiosa e casta,
    sobre a flor esmagada do seu sexo.

    Ai se eu tivesse pelo menos feito a 4ª classe e soubesse escrever assim...
    ;)

    ResponderEliminar
  3. Anónimo, o Anónimo sabe que eu não sou grande (nem pequena, vá...) apreciadora de poesia, não sabe? Mas ok, fica registado o seu pedido.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu gosto de poesia mas prefiro os " mamilos roxo-azuis" ou até morangos, vá...

      Eliminar
    2. Excelente ideia para o seu bolo de anos, Anónimo.

      Eliminar
  4. Um pseudoblog com fundo decente.

    ResponderEliminar
  5. Eu sei que era ontem, mas atrasei-me: 2-0 prós da casa, no domingo :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Atrasaste-te? Não registo o pedido, olha que caraças. Viesses ontem...enfim, Ness!

      Eliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.