segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Quatro gerações à mesa do jogo

A minha avó materna, o meu pai, eu e o meu filho. Em redor duma mesa quadrada. A jogar à sueca durante cerca de uma hora. Adivinhem quem levou uma abada valente! E daqui a duas semanas há mais, com promessa de tremoços e 'mendoíns!

6 comentários:

  1. Esse jogo é tão complexo: ases e valetes reis e damas, demasiado xadrez para o meu pobre cérebro! A minha mãe que tem uma idade muito razoável safava-se bem...já eu nunca soube jogar tal coisa. Triste sina de uma pobre de Cristo!!!! Tenho que ir ver um tutorial e aprender... :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É giríssimo jogar com a minha avó, pois ela (84 anos) leva o jogo bastante a sério, detesta que se quebrem as regras e não gosta nada de batotices. E amua quando perde ou o parceiro não joga "com" ela. E os sinais? Ai os sinais....eu ainda tenho muito que aprender com ela ecom o meu pai. :)

      Eliminar
  2. Pois isso dos sinais passava-me completamente ao lado. Também joguei muito com os meus pais, irmãos e avó paterno.

    E no bar de um departamento lá para os lados da Universidade de Aveiro... Outros tempos!! ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Podes continuar a jogar e até organizar torneios em família. A mim os sinais tb nada dizem, nem os conheço...mas a minha avó sabe-la toda!

      Eliminar
    2. O meu avô bem tentou ensinar-nos... Mas ao mesmo tempo, os sinais eram a alma do jogo. Acho que os meus pais ainda sabem alguns. Ver se um dia destes os convenço!

      Eliminar
  3. Um dos momentos mais giros lá em casa é ver a minha sogra (quase 90 ANOS) a ganhar às minhas filhaS:)))))) Inesquecível:) Delicioso ouvi-las rir juntas:))))

    ResponderEliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.