sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Idiossincrasia

Hora do almoço. Os três do costume e mais um. Acho que o "um" é o elemento novo.

Bebe limonada feita só para ele. A solha é frita com arroz de tomate mas ele quer escalada na grelha com arroz branco. Tem um sotaque de beto de Cascais. Mãe, também, nem sei, cenas pa ti. Fala com as mãos. E num tom muito alto.


Merda de Sporting, o filho joga cumó caralho, o cabrão do médico até liga para pedir bilhetes para o jogo de futebol, caga nisso, 'ta foder, vocês 'tão a fumar cumó caralho, foda-se!, desmarcaram-me a consulta, oh caralho, preciso de apanhar a merda da vacina, olha-m'aquela peixa boa!, é a sério, oh caralho. 


Sócia, sem papas na língua!

11 comentários:

  1. Até parece que já regressaste do Nuorte, caraças!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda estou por Lisboa mas perto de gente que pragueja como se fosse do Puorto!

      Eliminar
    2. Ou seja, no Nuorte pragueja-se exclusivamente no Puorto e noutras terras não. É bom... :P

      Eliminar
    3. Ai agora já é bom especificar que era do Puorto no particular e não do Nuorte no geral?

      Eliminar
    4. Tu é que estás a destacar mais o Puorto do que eu. No Nuorte, há muito mais do que essa cidade e pragueja-se igualmente. Não percebestes a ironia!!!

      Eliminar
    5. Percebi sim, boca santa. Deu-te jeito ou não? :p

      Eliminar
    6. Tudo que sirva para enaltecer as característica do Nuorte, outras localidades além do Puorto incluídas, serve. :)

      Eliminar
    7. Gosto do Bom Jesus :p

      Eliminar
    8. Oube, sim? Bai a Balença, Monção, percorre o Alto Minho e alonga-te até à fronteira com Trásosmontes :) Bale a pena, alarga os horizontes nuortenhos :)

      Eliminar
    9. Fazei o que desejardes, porreta!

      Eliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.