segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Era coisa para ter piada

Estive a poucos segundos de me estatelar no chão. Não estava em jejum. Acredito que fosse pelo amontoado de pessoas e pelo calor. Valeu-me ter vagado um banco. Sentei o real pandeiro. Melhorei.


Se me tivessem falhado as perninhas e independentemente de me estar a agarrar aos varões como se não houvesse amanhã, no meio do maralhal, como é que eu ia ter direito aos mínimos dos mínimos?


1 comentário:

  1. é possível que a ajuda chegasse a bom termo. se, quanto àquilo do robot, lá vou ter de fazer prova de vida! :))

    ResponderEliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.