domingo, 25 de maio de 2014

Hoje acordei em Bracara Augusta

A viver cá há 15 anos, pela primeira vez assisti a uma das grandes festas anuais da cidade. Assustei-me com os urros dos gladiadores, admirei as armas de combate, apreciei as réplicas de vestes romanas, deles e delas, assisti a concertos de rua, namorisquei as fitas para o cabelo, comprei bálsamos, trouxe um púcaro de vinho para casa, passeei pelas tasquinhas, admirei o Centro engalanado de branco, dourado e vermelho e recordei que, como qualquer povo conquistador, também  os Romanos assassinaram, pilharam, destruiram e bazaram, deixando bem visíveis, entre muitas outras evidências,  as portas e as muralhas da cidade, que ainda hoje se mantêm bem de pé. Vale a pena a visita!

9 comentários:

  1. Parece-me muito interessante!

    ResponderEliminar
  2. P, P, P & P P?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo, o evento chama-se "Braga Romana".

      Eliminar
  3. Só me recordo de uma porta. Há mais?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caraças, Ness. Em Braga há muitas portas! A que tu te recordas chama-se Arco da Porta Velha

      Eliminar
    2. Arco da Porta Nova.

      Eliminar
  4. Vi uma reportagem na tv.
    Nada de muito interessante. Não tinha gajas nuas...

    :))))

    ResponderEliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.