quarta-feira, 19 de março de 2014

O que se passa numa das minhas caixas de correio

Descontextualizado, sem tirar nem pôr uma virgula e sem autorização prévia do remetente:

"Não são os porcos, é a merdinha deles. 'Tás a ver aqueles vídeos em que os jovens põem um isqueiro aceso junto ao olho do cu e depois se vê uma chama maior? É gás metano, que também está naquilo que os porcos cagam e depois vai para uns depósitos e é tratado para servir de combustível. E resulta, acredita :) Estamos a falar de pocilgas com milhares de animais."

Uma verdadeira pérola. 

14 comentários:

  1. Enviaram-te isso para o email? Tens uns contactos supimpas!

    ResponderEliminar
  2. Nem sei cumo cumentar isto. Alta engenharia? :P

    ResponderEliminar
  3. Sim; como resposta a uma pergunta minha. Atenção que isto é apenas parte duma conversa com princípio, meio e fim. :)

    ResponderEliminar
  4. Ness, e o que me ri ao ler isto e a imaginar a cena toda das pocilgas ..heh

    ResponderEliminar
  5. Ness, a descrita neste excerto?? Dahhh

    ResponderEliminar
  6. Jovens e isqueiros nas pocilgas? Nã, não se entra com isqueiros :P

    ResponderEliminar
  7. Ness, por isso é que eu disse IMAGINAR, e não "ver"... tu hoje :P

    ResponderEliminar
  8. As quartas-feiras amolecem-te, n'é? :)

    ResponderEliminar
  9. Não houve um destes dias uma coisa qualquer de produção animal que foi com os porcos (eram vacas ao que parece) precisamente por esta coisa do metano?
    (aliás, ao que consta, principal causa do aquecimento global)
    Mas que não deixa de ser conversa etérea...

    ResponderEliminar
  10. Exactamente!! Foi a partir dessa situação que esta publicação apareceu. Está dado o contexto. :) Tu és certeiro, AA :P

    ResponderEliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.