sábado, 29 de março de 2014

Já não se lê em papel

Dizia-me um familiar meu, de 62 anos, hoje ao almoço, que actualmente lê mais em ecrãs do que nos livros que decoram as suas antigas estantes. Afirmação com a qual discordei absolutamente, argumentando com um de vários argumentos: o FOMO
Ou sou muito ingénua ou optimista ou de vistas curtas, porque efectivamente não consigo conceber a minha vida e das pessoas em geral sem papéis interessantes e apelativos para ler. Nem que seja o CM, que nem se inclui nestas categorias. Aliás, sou bastante avessa à leitura digital de obras integrais. Sou visualmente incapaz de realizar tal acto e nunca li nenhum livro digital. Se calhar, quando chegar aos 62, já conseguirei tal proeza.

12 comentários:

  1. O papel faz parte da nossa vida. Pelo menos de alguns. Prefiro abrir e desfolhar um livro e como já passei essa barreira etária, não acredito que alguma vez venha a ler um livro sem ser no papel.

    ResponderEliminar
  2. Um excelente livro em papel !
    http://opactoportugues.blogspot.pt/search?q=Quando+Deus+era+um+coelho

    ResponderEliminar
  3. Pensava assim antes do meu primeiro leitor de MP3 a sério: como é que diabo iria conseguir ouvir música decente sem ser de CD?
    Agora, sou freguês do Spotify...

    Esta semana, comprei pelo menos 3 livros em papel, e outros tantos em digital. Convivem alegremente sem se magoarem :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nunca senti esta incapacidade em relação à música em qualquer formato, Xilre. Mas quanto aos livros...não me parece que tão cedo ultrapasse esse handicap digital :)

      Acabei este fim-de-semana de ler o outro (o 1º) que me ofertaram. Apetece-me escrever sobre ambos, mas não tenho tempo para tal, neste momento. :)

      Eliminar
  4. Quando foi anunciado o Booker Prize há uns meses, li a sinopse, gostei, o livrinho tinha 800 páginas, não estava disponível em Portugal, comprei a versão digital, em 2 minutos estava a lê-lo. E não ocupa mais espaço nas torturadas estantes. Para quem gosta da satisfação imediata, é inestimável :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não gosto é de ler extensões em ecrãs...mais ecrãs; já bastam os que abundam cá em casa. :)

      Eliminar
  5. A única vantagem daquela merda é poder aumentar o tamanho das letras quando me esqueço das lunetas em casa. De resto, viva a celulose!

    ResponderEliminar
  6. http://www.youtube.com/watch?v=rzAAKPuVuIE

    Não encontrei nada com avelãs ;)

    ResponderEliminar
  7. Ó Anónimo, não acha que essa sua conversa já enjoa?

    ResponderEliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.