terça-feira, 4 de junho de 2013

Dos pic-nics, suas variantes e o tempo no próximo domingo

Um destes dias, estava eu na conversa com alguém a quem disse que havia um pic-nic agendado para o próximo domingo à tarde. Ali e naquele momento a pessoa faz logo um filme do caneco e dá-me a sua versão de pic-nic. Não, não envolve sexo bucólico. Ou melhor, se envolve, a pessoa nem sequer mencionou essa parte. Mas se calhar até envolve. Bem, adiante...Envolve, sim, uma caminhada longa e fatigante, interrompida por uma refeição para retemperar forças.
Ora, a minha versão dum pic-nic tem muito pouco, ou mesmo nada, a ver com a versão dessa pessoa. Para mim, um pic-nic é pura e simplesmente uma refeição que se faz ao ar livre, composta por alimentos confeccionados em casa, trazidos de casa. Os alimentos são transportados para fora de casa e a mesa é colocada no chão ou numa pedra ou num local que já exista para esse efeito. Mesa essa que deve ser decorada com uma toalha aos quadrados, de preferência vermelha e branca, mas não obrigatoriamente destas cores ou com este padrão. O sítio do pic-nic pode distar quilometros da residência, ou não; pode ficar a metros da residência habitual. O que interessa, a meu ver, é que a refeição seja fora de casa, numa zona com vegetação, com alimentos transportados, em boa companhia e se possível sem formigas.
Já a eventual caminhada é recomendada após a refeição. Agora dizerem-me que um pic-nic é o prémio duma caminhada que se faz após a pessoa levantar-se cedo ...não tem nada a ver.
E espero que os meteorologistas estejam errados quando ao tempo do próximo domingo.

16 comentários:

  1. Acho de particular importancia a toalhita aos quadrados vermelhos e brancos... é um clássico da arte de bem piquenicar todo o farnel. :)
    Além disso a minha versao de picnic é igualita À tua. Só lhe acrescento 1 rede e 2 árvores onde a dita se prende a uma pessoa pode dormir uma sesta com restolhar de folhas como orquestra de fundo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pusinkito, tens razão: esqueci-me da rede e das almofadas para não ficar com o cu marcado por aquela. Isto, se a rede não for daquelas brasileiras, resistentes...e o "tijolo" musical tb pode ir. Ora, estes 2 apetrechos não são nada compatíveis com caminhadas longas e estafantes. :)

      Eliminar
  2. Bah. Muito elaborado para piquenique.

    R.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. R. simplifica, rapaz. Mais complicada que a versão da outra pessoa não pode ser :)

      Eliminar
    2. Complicada parece-me a tua versão. A minha é de enorme simplicidade.

      R.

      Eliminar
    3. R., hahahaha...devias ser mosquinha para teres percebido a versão da outra pessoa então :) Envolvia levantar cedo, andar de carro para longe de casa, fazer caminhada ao chegar ao destino, levar farnel, fazer intervalo para retemperar e continuar a caminhar. Isto não é um pic-nic, isto é um dia dedicado a caminhar. :)

      Eliminar
  3. A ideia do sexo bucólico é interessante. Mas nesse caso eu creio que seria necessária uma caminhada longa, para que o local fosse despido de olhares indesejáveis. Conheço uma ou duas lagoas ideais para pic-nics :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ness, como disse, a pessoa com quem falava sobre piqueniques não mencionou qualquer tipo de sexo. Mas não ponho de parte que tal actividade faça parte do farnel, sem necessidade de longas caminhadas, ora, ora.
      Eu tb conheço e inclusivé já aqui publiquei um texto sobre o assunto. Ora vai lá ver, novamente :) Só não incluía o pirquenique :P
      http://pseudoblogdapseudo.blogspot.pt/2012/08/romantismo-na-montanha.html

      Eliminar
  4. Dizem por aí é que deve picnicar-se depois do mergulho, que a água é capaz de estar fria. Não esquecer de levar uvas e de a pôr a refrescar o quanto antes :)

    ResponderEliminar
  5. Ness, eu não pretendo nem mergulhar nem levar uvas para lado nenhum, no próximo domingo. Não sou eu que convido :P
    Já se me vou molhar ou não, é possível que sim, mas espero que não :)

    ResponderEliminar
  6. Às vezes cai bem, uma coisa dessas.
    Eu piconico no quintal. Assim como assim, a música vem lá do cantante e a rede já lá está!

    Mas porra, nada como uma mesinha e um banquinho...
    No chão "dá cabo" das costas!

    Branco fresquinho, sempre!

    ResponderEliminar
  7. Leão, para mim, isso tb é piquenique: tens que transportar a comida lá para fora e tens.
    És muito fino, tu...Tou a ver que nunca picnicaste com o cu assente numa pedra e a comida posta num guardanapo :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Chiça que anda distraída!
      Não leu sobre o piquenique no Parque das Nações???

      (mas eu sou daqueles que adora campismo. Num hotel de 5 estrelas, de preferência!) :)))))

      Eliminar
    2. Ai que eu agora chamava-te um daqueles nomes giros de que tu gostas tanto, se não soubesse o que já sei hoje mas não sabia há 2 semanas :P

      Li, sim, mas só li as partes que me interessavam :P

      Eliminar
  8. Claro! Ou achas que tudo o que cai na rede é peixe? :P

    ResponderEliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.