terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

" Porque é que as gajas gostam tanto de espremer pontos negros?" - pergunta o Toni dos Bifes

Toni, pah, eu não sou todas as "gajas", portanto só falo por mim.
Da mesma maneira que eu tenho uma visão bastante peculiar sobre a camada pilosa dos gaijos e gaijas, o mesmo se passa com os pontos de prazer deles, que passo a explanar.
Os pontos negros desfeiam a pele máscula que gostamos de apreciar de alto a baixo, por isso, quando eu os espremo - e atenção que só o faço na epiderme do mais que-tudo, que, infelizmente, nem sempre me permite tal, pois sabe que logo a seguir dá um salto para o lado e olha-me com um olhar de assassino impiedoso e vingativo - estou a fazer um favor não só a ele, que lhe deixo a pele limpa de impurezas e apêndices inestéticos, como a mim, pois dá-me um imenso prazer ver aquela pinta preta a sair lentamente do buraco, ao ritmo do meu apertão. Momentaneamente, sou dona e senhora duma pinta preta, que só sai quando eu quiser. É uma sensação de poder sobre o outro, só comparável à sensação que temos quando provocamos o nosso parceiro sexual, que só se vem quando nós lhe damos lustro (Desculpem lá a brejeirice, mas pode ser que assim o Toni perceba melhor).

22 comentários:

  1. Sou das que contrario as estatísticas. Faz-me nojo espremer pontos negros e sou daquelas que não tenho pelos. No bush!

    A expressão dar lustro é fantástica, acho que vou guardá-la para mais tarde usar.

    ResponderEliminar
  2. AC, espremer pontos negros é daquelas coisas que se odeia ou se adora. Eu adoro :)
    Quanto ao bush, a sua inexistência faz-me lembrar meninas de tenra idade. É uma das razões pelas quais mantenho o meu.

    Be my guest :)

    ResponderEliminar
  3. Ai mãe! Somos almas gémeas!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Às tantas! Cá para mim nasceste foi 10 anos mais tarde.
      OLha, gostaste mais da parte do apertão ou do dar lustro?

      Eliminar
    2. Depende do grau de luminosidade da sala.

      Eliminar
  4. Confesso que não gosto de fazer as coisas às escuras. Antigamente devia ser chato...

    ResponderEliminar
  5. Hum... Consultório da Maria?!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pode ser. Quais são as tuas dúvidas?

      Eliminar
  6. Uiiii... Ainda espantas a caça...
    Consultório da Maria é do pior que há...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nah, tenho seguidores /as fiéis :)
      De vez em quando tem piada.

      Eliminar
  7. Já eu gosto que a minha parceira se venha sem eu lhe dar lustro, apenas com o poder da minha voz e estimulação mental :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ness, rapaz, enganaste-te no post a comentar, não? Este é sobre pontos negros. O da masturbação - induzida ou não - está ali ao lado. :P

      Eliminar
    2. Pois, pois, efetivamente posts sobre pontos negros sempre despertaram grande atenção dos comentadores :P

      Eliminar
    3. Ness, despertaram a atenção de 3, tu estás incluído :P

      Eliminar
  8. Ah... a sede de poder. Mas através da eliminação de pontos negros? Do símio manuseamento da pele alheia? As coisas que eu aprendo com a Pseudo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fulano, atenção que eu ressalvei a efemeridade dessa sensação :)

      Eliminar
  9. eu fico doente quando me cravam as unhas nas costas para esse fim! :)

    beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Kapikua, descansa que eu não te quero doente, ainda mais agora :)

      Eliminar
  10. Então é por isso. Sede de poder.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. POC, é capaz de haver outras razões. As outras meninas que as apresentem :)

      Eliminar
    2. Eu estou com o POC! Aproveitam tudo para pôr um gajo de cu pro ar!

      Eliminar
    3. Mas eu não lhe espremo as borbulhas do rabo, rapaz...aquilo tem tanto pelo que eu nem vislumbro nadica de nada!

      Eliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.