quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Não sei quem corou mais, se eu, se ele

Ontem fui chamada para esclarecer uma dúvida, durante uma aula. A minha reacção foi olhar para o rapaz e proferir "Sim, 'mor, diz". Tarde demais quando me apercebi do que tinha dito e sinceramente não sei quem ficou mais encavacado. É daqueles momentos que não queremos que se repitam numa carreira que durará eventualmente até aos meus 67 anos (Até dói pensar em mim com esta idade!).

20 comentários:

  1. AHAHA é bom que ele não tenha grandes notas, para os colegas não desconfiarem :p

    ResponderEliminar
  2. Carolina, é fraquito, aluno de 10, 11, à rasquinha e com muita água benta :)

    ResponderEliminar
  3. Lambisgóia, se tivesse acontecido nos states, era bem capaz...hehe

    ResponderEliminar
  4. AHAHAHAH :D Imagino o momento. Ahhhh... que tem as suas bantagens não ter crianças no meu trabalho :)

    ResponderEliminar
  5. Pusinkito, estamos a falar de uma "criança" de 17 anos que frequenta o 10ºano :)

    ResponderEliminar
  6. Ele não respondeu nada, apenas se mexeu algo incomodado na cadeira, riu-se, baixou a cabeça e ouviu-se o burburinho causado pelo momento, que logo se dissipou quando eu falei "ai que disparate" e continuei com a resposta pedida :)

    ResponderEliminar
  7. Com 67 dirás "Sim, meu caralho, diz, antes que te foda as trombas". O mau feitio tende a aumentar com a idade e no teu caso, querida Mana, isto é um dado cientifico...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mano, nesta situação em particular dou-te toda a razão :) Conheces-me tão bem :P

      Eliminar
  8. Corrige-me se estiver enganado: não estavas, nesse momento, a "falar" com com o teu estudante de casa?

    Mas olha que a melhor professora de matemática que o meu filho já teve tratava assim os alunos. E era bem capaz de dizer "Ó 'mor, ou estás caladinho ou levas já uma esquecida". E garanto-te que, sem nunca o ter feito, era a ela que eles tinham mais respeitinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não, Ness,a esse é que eu chamo "´mor".
      Aos de fora chamo "seus selvagenzinhos", "arruaceiros", "indisciplinados", "Totós"...tudo nomes fofos :)

      Eliminar
  9. ahhh...e quando o assunto é mesmo sério e exige mais uma explicação do mesmo, baixo o volume, olho-o/a directamente nos olhos e começo com "meu amor, ..." :)

    ResponderEliminar
  10. Ainda bem que não dás aulas de psicologia...Podias ser mal interpretada.
    Às vezes uso o termo queridas e queridos, para os meus alunos, quando os quero fazer aterrar. São mais velhinhos que os teus. Será por estar mais perto dos 67? Cruel dúvida...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tio, Cruel mesmo, além de que suscita mais dúvidas do género "Is he a dirty old man"? :P

      (Piadinha, sem querer ofender :):)

      Eliminar
    2. Não ofendes, Pseudo... Espero que não suscite essas dúvidas :-)Neither dirty nor creepy!
      By the way: Há dias enviaram um convite por email a todos os professores da turma, que começava assim: Caros Professorinhos,

      Achas que terei tido alguma influência?

      Eliminar
    3. Lol@ "professorinhos"....dá vontade de fazer kutchi kutchi neles :)

      Eliminar
    4. Vês como são? Uns fofos! Tenho 3 alunas com malas iguais e, muito importante, já antes do vídeo da Pêpa ;-)

      Eliminar
    5. Tens que tirar foto às tuas meninas e às malinhas e partilhar :)

      Eliminar
    6. LOOOOL! Nunca me lembrei de tal coisa, vamos ver se ainda vai a tempo. Só falta uma aula :-(

      Eliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.