sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Já que não podemos - nem queremos - evitá-las


4 comentários:

  1. Nos últimos anos tenho por hábito fazer as prendas que vou oferecer. Mas quando não sou eu a fazer, customo comprar no comercio local, ou num amigo que faz artesanato.
    Nas grandes superfícies compro apenas as mercearias.
    Os frescos compro no talho, na peixaria e no mercado aqui da terrinha, pois penso que tem mais qualidade e também porque sei que estou a ajudar os pequenos comerciantes.

    Biejinhos

    ResponderEliminar
  2. Joana, são bons exemplos, sim senhora :)

    ResponderEliminar
  3. Excelente ideia... posso roubar? deixas??

    ResponderEliminar
  4. AC, mi casa es tu casa...usa e abusa :)

    ResponderEliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.