quarta-feira, 18 de julho de 2012

Desabafo, antes de um jantar que se espera ser bom

Há pessoas que se "esquecem" de que estão a lidar com seres humanos. Há pessoas que são tão desrespeitadoras e irresponsáveis e incumpridoras de prazos que só dá vontade de as ver mesmo pelas costas. Há pessoas que tentam disfarçar certas incompetências com um papel datado do prazo limite e ainda fogem com o cu à seringa tentando responsabilizar quem não tem nada a ver com o assunto. 
Hoje foi a minha vez de ver e ouvir e sentir isto na pele. Pode ser que haja males que vêm por bem.

2 comentários:

  1. Um mal pode ser visto como um bem se tiver consequências positivas, mas nunca deixará de ser um mal. A não ser que estivesses errada ao defini-lo.

    ResponderEliminar
  2. Pérola, o mal, neste caso, tem a ver com uma ilegalidade da qual fui alvo, por incumprimento de prazos por parte de terceiros, que só por mero acaso foi descoberto hoje, por mim. Quanto às consequências, saberei delas daqui a mês e meio. Só nessa altura saberei se serão positivas ou negativas.

    ResponderEliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.