quarta-feira, 13 de junho de 2012

Estou com os azeites e a selecção ganhou, finalmente

Acho absolutamente desmesurada a importância que se dá ao futebol nestas competições em larga escala e vergonhoso o que aconteceu no meu local de trabalho. E mais não escrevo, senão ficaria aqui a noite toda a apontar o dedo! E ainda querem que os adolescentes alterem comportamentos. Como, se são os adultos que dão os piores exemplos de irresponsabilidade?

25 comentários:

  1. Conta lá o que se passou!
    Não nos vais deixar assim, em pulgas, pois não?

    ResponderEliminar
  2. Há dois motivos, um que não revelarei: colocaram uma TV lá na escola apenas para o efeito das 5 da tarde. A esta hora há aulas e trabalho, certo? Achei que foi um acto consentido pela direcção que demonstrou irresponsabilidade. Aquilo não é um café nem uma casa nem uma praça central. Supostamente é uma instituição pública séria.

    ResponderEliminar
  3. Pois, mas estamos em Portugal e em Portugal é o futebol quem mais ordena!
    O mundo pára para ver a bola!
    ;(

    ResponderEliminar
  4. Infelizmente!
    Há uns anos, um certo jogo durante um mundial foi motivo para uma zaragata conjugal. Está mal!

    ResponderEliminar
  5. riquinho lírico13/06/12, 23:06

    Confesso que não ligo muito a futebol, mas a vitória de hoje foi importante.

    No momento que atravessamos precisamos de levantar o orgulho nacional e toda esta onda de solidariedade e entusiasmo faz com que os problemas que vivemos sejam superados mais facilmente.

    Por exemplo, graças à vitória de hoje e dinâmica social assim geradas, tenho a certeza que afinal, ao contrário de profetas da desgraça tipo Medina Carreira e Silva Lopes, já este mês me vão repôr os 20 e tal porcento de ordenado que há meses me vêm retirando por justificado interesse nacional, bem como o subsídio de férias e, lá para o final do ano, o de Natal.

    Mal posso esperar :-)

    Espera aí, dizem-me agora que não vai acontecer nada disso...

    ResponderEliminar
  6. Como eu gostava que o teu oráculo contasse a verdade!

    ResponderEliminar
  7. oh agora fiquei cusca :( que passou??

    ResponderEliminar
  8. Maria, a culpa é da televisão :)

    ResponderEliminar
  9. riquinho lírico13/06/12, 23:19

    É verdade, e o tal segredo que tavas à espera de confirmação? Hum? Hum? vá lá, vá, lá, vá lá :-)

    ResponderEliminar
  10. Respostas
    1. :O
      Essa é de facto uma descoberta que deita abaixo qualquer um!
      Eu já tive a confirmação de que não ressono... (é claro que o mesmo não posso dizer da minha cara metade)

      Eliminar
  11. riquinho lírico13/06/12, 23:31

    E era preciso confirmação do teu avô brasileiro perneta? Pelos vistos todos os teus vizinhos sempre souberam :-P

    ResponderEliminar
  12. Mas eu nunca disse que precisava da confirmação do defunto, pah! Ele é que não acreditava em tal e como tal gravaram-no, de walkman e cassete em punho, e deram-lhe a ouvir os roncos cujo volume suplantava o ruído do motor dum avião em funcionamento. Eu precisava de confirmação porque, precisamente na tarde daquele dia, acordei da sesta com alguém a ressonar, coisa da qual nunca ninguém se tinha queixado antes. É preciso explicar tudo, que caraças...

    ResponderEliminar
  13. riquinho lírico13/06/12, 23:35

    Meh... continuo a achar que a história do teu avô é mais engraçada, pois n é todos os dias que se consegue gravar o ressonar de um defunto :-P

    ResponderEliminar
  14. Ele ainda não tinha alcançado esse estatuto imortal :)

    ResponderEliminar
  15. Quando Portugal joga o país pára, ninguém adoece... as urgências ficam vazias. Somos assim, e contra isso nada a fazer.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem... então se ninguém adoece... precisamos é de mais jogos de futebol!!
      hehehe

      Eliminar
  16. Às vezes, mais valia que eles jogassem 24/7, não era? :)

    ResponderEliminar
  17. Num País onnde o parlamento parou para ver o último episódio de uma novela esperavas...?

    No entanto... nessa tua actividade, o facto de se ter parado durante o jogo afectou de alguma forma a produtividade? Não, pois não? então.... Isso era preocupante se se tivesse deixado de fazer alguma coisa de jeito, o que manifestamente não é o caso. Certo? Certo.

    ResponderEliminar
  18. Anónimo, afectou sim senhor: a reunião iniciada às 16:30 foi realizada apressadamente, inclusive pelo próprio Director. O Serviço marcado para as 17:00 começou 20 mnts + tarde e o tempo que se poderia usar para reposição e / ou antecipação de aulas com cursos profissionais não foi ocupado devido a razões que não trazem benefícios à instituição.
    Errado.

    ResponderEliminar
  19. Pois, está bem. Mas a minha questão é: perdeu-se EFECTIVAMENTE alguma coisa? Não, pois não? então...

    Eu percebia se se deixasse de produzir, agora.... apressar reuniões de enche chouriço... até me parece bem!
    :)

    ResponderEliminar
  20. Perdeu-se EFECTIVAMENTE tempo que é habitualmente usado às quartas, a partir das 16:20 para outras actividades que não futebol.

    ResponderEliminar
  21. Ou seja, está tudo normal, não é?

    Ps: então é às quartas a seguir às 16h20? Folgo em saber. :)

    ResponderEliminar
  22. Eu não achei nada normal, mas se tu achas.

    E já estás a querer saber demais. Eu realmente partilho tudo da minha vida aqui, mas convenhamos que há coisas que não convém que os anónimos saibam, ora, ora!

    ResponderEliminar
  23. É inacreditável o que acontece durante os jogos...MAs o que a AC referiu é sintomático. Nem às urgências vão. É porque não precisam muito! E sei que é verdade.

    ResponderEliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.