quinta-feira, 19 de abril de 2012

A troca e o empréstimo a meio ano

Hoje manuscrevi uma carta informal a um estranho. Hoje enviei a esse estranho um livro. Espero agora pela volta do correio. O combinado foi que os livros emprestados fossem devolvidos no prazo de meio ano. E é isto mesmo que vai acontecer: 2 estranhos a respeitarem prazos de entrega, envolvidos numa permuta livresca que, espero, seja do agrado de ambos. Porque os livros não servem apenas para apanhar pó.

10 comentários:

  1. É muito interessante essa ideia.
    :)
    Há montes de iniciativas envolvendo livros... mas nunca cheguei a participar em nenhuma.
    O livro da minha amiga continua ali na estante... mas quero entregar-lho pessoalmente e receber em troca apenas o seu abraço.

    ResponderEliminar
  2. Orquídea, e quem diz livros, diz outros objectos que possuímos, mas já não precisamos mas até têm utilidade para outras pessoas. Leste um artigo da Visão da semana passada? :)

    ResponderEliminar
  3. Muito interessante essa ideia, eu sou sócia da biblioteca municipal e tenho livros gratuitos, sempre que quiser...é uma solução que recomendo vivamente.

    ResponderEliminar
  4. AC, mas isso era o que fazíamos há uns anitos, não? Pelo menos eu fazia. E lembras-te das bibliotecas itinerantes? Foi assim que li muitos dos livros das nossas colecções juvenis. :)Recentemente, inscrevi-me novamente na biblioteca municipal lá da "aldeola", que entretanto, desde a minha infância, mudou de sítio 3 vezes. Isto para dizer que descobri um sítio interessantíssimo na minha própria terra. :)

    ResponderEliminar
  5. Gosto :D
    Pen friends e livro friends também.
    Se funcionar, conta como é e comos e faz amigos assim.

    ResponderEliminar
  6. Gostei dessa iniciativa =) boa boa

    ResponderEliminar
  7. riquinho hipoalergénico20/04/12, 11:21

    Claro que não servem apenas para apanhar pó... servem também para transmitir doenças infecto-contagiosas e alergias de gente que não conheces de lado nenhum :-P

    ResponderEliminar
  8. Riquinho, tu não sais de casa, pois não? Nem recebes ninguém em casa, pois não? Pois, logo vi. :)

    ResponderEliminar
  9. riquinho tem sempre razão20/04/12, 15:13

    Normalmente quando saio ou recebo em casa n me cruzo com ninguém a ler no wc :-P

    ResponderEliminar
  10. Riquinho, por essa ordem de ideias e a julgar pelo receio que tens de doenças hipoalérgicócoiso, tu não te cruzas é com ninguém mesmo. Assim entende-se muita coisa :P

    ResponderEliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.