sexta-feira, 6 de abril de 2012

Não me ocorre nada para o título

Ou de como "o tempo já não é o que era" - escreve o Tio.

Há cerca de semana e meia era quase verão na outra terra. Por causa disso, não me precavi com os cachecóis, carapins, casacos e afins (olha, rimou). Portanto, fui desencantar o meu casaco de lã grossa, comprado no Gerês  há mais de uma década, e tem sido o que me tem valido. Apesar de a cor já não ser a original, o objectivo da peça mantém-se intacto. Só não durmo com ele porque parece mal. E que saudades do meu gorro ainda imaculadamente branco, que amanhã irá fazer-me tanta falta na serra ali ao lado. Não, não é a da Estrela. Há por lá demasiada gente nesta altura. E eu gosto muito de sossego e pouco de multidões.

1 comentário:

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.