segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Vá-se lá entender a malta

Então eu interrompo a censura por uns breves, brevíssimos momentos, enquanto me ausento para fazer algo que ninguém pode fazer por mim...e os comentários param. Quando estou em fase de ser parva censuradora e limitadora da verve poética, é vê-los a cair. E eu que esteja atenta! Olha, como diria o outro, ...

1 comentário:

  1. A bloga desabituou-se de conviver com o Miguel Ervas, Mana...

    ResponderEliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.