sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Péssima notícia



que, sem ser inesperada, terá consequências visíveis a curto prazo, mesmo antes de apertar o cinto, ou o que resta dele.

6 comentários:

  1. Por acaso prefiro esta notícia, que além de estarmos à espera sempre dá para planear as não-férias com alguma antecedência, a estar congelado há quase dez anos e terem-me ido ao ordenado à má fila este ano.

    ResponderEliminar
  2. E eu que ainda ontem discorri sobre isso... Acho que vou ter que fazer uma adenda ao post...

    ResponderEliminar
  3. Fiquei tão triste...tiram-nos tudo, agora nem podemos ter o prazer de ter uns dias de férias num sitio simpático escolhido por nós...o burro trabalha o ano inteiro e tiram~lhe a cenoura..livra!!!
    Merda de vida!!

    ResponderEliminar
  4. Qualquer dia tiram-nos o ordenado todos os meses. Mas já deve faltar pouco.

    ResponderEliminar
  5. Maria, infelizmente já falta pouco, já!

    É só a Europa entrar em recessão (e vai entrar muito em breve!) e as exportações cairem que ele vai-te logo ao ordenado e nem tens tempo de dizer "ai"!!!

    E enquanto a malta anda a torcer-se e a chiar os gestores (a grande maioria deles uma cambada de incompetentes que nem sequer o ordenado mínimo merece) continuam a ser uns privilegiados...

    http://economico.sapo.pt/noticias/salario-base-de-200-gestores-hospitalares-aumentou-19_129049.html

    ResponderEliminar
  6. Cortar agora, para o governo, vai se tornando um exercício de criatividade, não?

    ResponderEliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.