sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Ai que eu morro!

Ficar em casa, doente, é tremendamente entediante.
Ficar em casa, a acompanhar o doente, é duplamente tremendamente entediante.

Isto, depois de ouvir uma parvoíce vinda de alguém que só pensa em estatísticas. Fiquei logo bem-disposta para o resto do dia!

4 comentários:

  1. E estar doente em casa a acompanhar outra pessoa doente também, é quantuplamente entediante?

    ResponderEliminar
  2. Radical é estar sozinho em casa, doente, e ter que tratar do mesmo. Cambada de maricas...

    ResponderEliminar
  3. Diuska, infelizmente, eu sei que concordas.

    VF, esse cenário é ainda pior.

    Bloga-mos, o teu cenário nada tem de radical. É a vida :P
    Chamar a uma mãe e uma criança "cambada de maricas" é que não vem muito a propósito.

    ResponderEliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.