quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Tenho um problema

Todos os livros que tinha planeado ler durante as férias, até 31 de Agosto, já foram lidos. Não vou, não quero, não posso comprar mais livros este mês. Soluções?
  • Espera-se por livros como prenda de anos
  • Recorre-se à Biblioteca municipal
  • Pede-se emprestado à vizinha
  • Vai-se aos livros do Pai
  • Lê-se e-books. Onde é que se descarregam? Como se faz?
  • Aceitam-se sugestões (de livros, também)
  • Matéria Lupanar, a tua não está esquecida!

11 comentários:

  1. A biblioteca municipal é uma solução barata e de ampla escolha.

    Ir à prateleira da vizinha investigar longamente o seu conteúdo também pode ser muito interessante. E, até, forma mais aprazível de aproveitar as férias :P

    ResponderEliminar
  2. Existem aquelas feiras de antiguidades onde há sempre uma banquita com livros usados.
    Podes também recorrer à família.

    ResponderEliminar
  3. A minha recomendação, há uma edição barata que encontras nos leiloes da net por menos de 5 eur; e nas bibliotecas, também.

    ResponderEliminar
  4. Pseudo, que tal ir à biblioteca do pai? Eu iria!

    ResponderEliminar
  5. Quanto aos e-books, procura no google «unabomber manifesto em português», 2º ou 3º link, et voilá. Ou lê o manifesto do Breivik, que está na moda.

    ResponderEliminar
  6. Põe-te a ler dessas merdas, põe-te. Depois não te admires se ouvires uns ruídos estranhos quando estiveres a falar ao telemóvel!

    ResponderEliminar
  7. Ness & Catsone, onde vou estar vai decorrer a "Feira do Livro. sE CALHAR, ainda me deixo tentar.

    Manuela, essa já conheço há quase 39 anos. Ele gosta de literatura acerca da II Guerra Mundial. Não faz o meu género. Sempre poderia actualizar-me no que toca à poesia do Bocage...hehe

    ML, a minha loucura basta-me, quer acredites, quer não :)

    Anónimo, já os oiço e acho que nunca li nada que ameace a segurança nacional. :)

    ResponderEliminar
  8. A biblioteca é uma boa opção, e a estante de livros aqui da Diuska também pode ajudar emprestando qualquer coisa

    ResponderEliminar
  9. Diuska, se tu, A CHATA e eu vivessemos mais perto, certamente trocaríamos de livros amiúde :)

    ResponderEliminar
  10. Estou com a Manuela: iria aos livros do pai.

    ResponderEliminar
  11. Pseudo,
    já falámos sobre isso ;)
    A biblioteca do pai não te serve?

    ResponderEliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.