segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Segredos - IX

Este é piroso.
Eu tenho uma mala de enxoval, com enxoval, donde constam rendas e bordados feitos por mim. Era para usar quando me casasse, como antigamente as mães educavam as meninas. Contudo, acho que nunca a abri desde que me casei, pois nem sequer a tenho em minha casa.

12 comentários:

  1. Quando era pequena, dizia à minha mãe que nem pensasse em fazer-me um enxoval. agora ando a chatear a minha mãe que sou a única rapariga da minha geração que não tem enxoval. Ela já ameaçou que se continuo a falar vai fazer-me um, eheheh

    ResponderEliminar
  2. Queres o meu baú? É decorado com motivos chineses :) Não me responsabilizo por aquilo que lá encontrasses. Mas enquanto estou aqui acho que vou lá dar uma vista de olhos e sorrir um bocado :)

    ResponderEliminar
  3. Querida Pseudo, é melhor abrires, vais deparar com algumas peças vintage, de certeza! Ou então oferece à Julie, que ela é uma querida! ;)

    ResponderEliminar
  4. É uma pena. Deve ter peças bem giras e um motivo de orgulho por serem feitas pela própria. Ou não?

    ResponderEliminar
  5. Não abras a mala se queres manter o gajo lá em casa. Quando me juntei, em 2006, o enxoval da menina em questão foi parar à cave dentro de umas caixas de cartão de tão piroso que era. :-P

    ResponderEliminar
  6. Penso como o Constantino... Há que dar tempo ao tempo. Se tiveres uma filha pode ser que te motive a abrir o baú...

    ResponderEliminar
  7. A minha mãe também me fez um enxoval, a mala tão giraaaa, cheia de flores e em castanho escuro ficou lá em casa,( dos pais) uma parte das coisas dei à minha irmã e a uma prima que adora bordados e crochet, paninhos e ponto cruz. O resto trouxe para minha casa( trem de cozinha, faqueiro, lençois etc... ), e deu muito jeito.

    ResponderEliminar
  8. Manuela, tenho de certeza :)

    Constantino, na altura em que as fiz tive orgulho, sim. Mas hoje sou mais pragmática: se não as uso, estão ali guardadas apenas por razões sentimentais. Valerá a pena? Estão a ocupar espeço...não é que precise de mais, mas...

    GM, a mala não está em minha casa, mas sim na casa dos meus pais. O gajo, vulgo meu marido, nunca andou atrás de malas para se manter por perto :)

    Tio, tenho um filho :)

    ResponderEliminar
  9. Maria, lá dentro só tenho mesmo "trapos". Os "cacos e potes" foram escolhidos por nós. Mas é giro olhar para isto tudo agora :)

    ResponderEliminar
  10. :)
    Era uma ideia...Mas podes vir a ser uma sogra que oferece prendas às noras, mesmo que elas não queiram. Ou ser mázinha e dizer "Fui eu que fiz, também sabe fazer?"

    Agora estou a brincar...;)

    ResponderEliminar
  11. Tio, não me parece, nem uma coisa nem outra. Gosto bastante da minha sogra. Quando for sogra, quero ser como a minha: não nos chateia nadinha! :)

    ResponderEliminar
  12. Eu acho bonito ter guardado, especialmente porque nunca quis nenhum e só conheço da minha mãe e das avós.
    Claro que, agora deve ter lá peças vintage e muito in.

    ResponderEliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.