domingo, 28 de dezembro de 2008

São gostos

Tenho um novo herói cinéfilo desde a semana passada: o último James Bond, o Daniel Craig. O fulaninho tem uma pinta do caraças. Atrevo-me a dizer que ultrapassa o escocês charmoso na minha escala de charme, verborreia e raciocínio rápido. Gosto daquele olhar azul frio. Gosto do seu ego e daquele ar de convencido. Achei-o um bocadinho entroncado demais para o que estava habituada nos "Bonds" anteriores, mas nem isso é defeito neste. Ai, ai...

3 comentários:

  1. Alguém por aqui falou em Charmoso?

    ResponderEliminar
  2. Também acho o rapaz um bocado entroncado. Já a Eva está perfeitissima. Quanto a mim que sou cozinheiro!

    ResponderEliminar
  3. IG: reparei nele pela primeira vez no filme "Elizabeth" (século passado) - fazia de padre jesuita; e entrou em "Munich" - só se aproveitava ele no filme todo...
    sim, é jeitosão.... bem, é loiro...mas, é um pouco "velho" (40?...

    ResponderEliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.