segunda-feira, 9 de julho de 2007

A definição de "definitiva" é muito relativa

Quando comecei nesta aventura depilatória a laser supostamente definitiva, estava à espera de ver grandes resultados imediatos. O que até aconteceu...durante três semanitas. A verdade é que os pêlos teimavam em renascer, para mal dos meus pecados; daí eu duvidar que eles desaparecessem para todo o sempre.
Tenho-me submetido a sessões de pura tortura de três em três meses (fazer uma tatuagem não é nada comparado com isto) e finalmente já se notam algumas falhas capilares nos sovacos. Sim, porque ainda só me atrevo a fazer destas coisas nessa zona. O resto a seu tempo, se é que alguma vez verá laser...para já, duvido muito.
É que estas picadinhas dolorosas estão a sair-me muito caras mesmo! Tudo para que a longo prazo eu me sinta mais ...digamos, levezinha. Daqui a um par de anos, conto como foi.
Hasta!

3 comentários:

  1. Torturas chinesas? Não, obrigada.
    Já me chega a cera uma uma vez por mês e durante hora e meia (raios a partam "#$%&#")... :(

    ResponderEliminar
  2. Hora e meia, Inha??? Mas és assim tão peluda?lol (Não resisti :P)

    ResponderEliminar
  3. Uma autêntica Quitéria Barbuda.

    Tirando esse facto, comigo é tudo nas calmas, que moi, sim, aqui a je, não é galinha para ser depenada. Há que ter ciência.


    ;)

    ResponderEliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.