quinta-feira, 19 de outubro de 2006

Post inocente

Porque tenho um fedelho em casa, como já inúmeras vezes referi, sou espectadora constante de situações e participante em diálogos que comprovam a inocência natural das crianças. É uma pena que o meu "bébé" tenha inevitavelmente que crescer e tornar-se uma pessoa devassa como esta senhora do cartoon (e como eu e vocês que me lêem :P). Há algo que ele faz com alguma frequência, que é mostrar-me o dói-dói do dedo do meio ou a unha grande do dedo do meio, encolhendo os dedos à volta deste (aquele gesto que todos nós já um dia fizémos). Ele fá-lo com toda a inocência, disso não me restam dúvidas. Mas quando tal acontece, eu questiono-me: "Quando é que ele terá idade suficiente para entender que isto é um gesto feio?" - Rai's partam as convenções sociais!

6 comentários:

  1. não existem crianças inocentes... nascem com genes (aquela herança "terrivel"... têm a quem sair... (he, he, he)
    tou a brincar! na altura certa ele vai perceber ... e certamente NÃO vai precisar da mãe para lho dizer...

    ResponderEliminar
  2. HAHAHA
    Inocente mas verdadeiro!!
    ;)

    ResponderEliminar
  3. Está descansadinha que, tarda nada, ele aprende!:D)))

    ResponderEliminar
  4. Eles aprendem, aprendem a usar TUDO nas alturas certas.
    E tu sabes que sim

    :-)

    ResponderEliminar
  5. looooooooooooooooooooooooool
    está fantástico!!!!!
    temos mesmo umas mentes porcas...

    ResponderEliminar
  6. Não sabia que era um gesto feio...


    Eu até acho que há uma certa graciosidade estética na forma como dessa maneira se enaltece o dedo anelar e se mostra ao mundo a razão de não sermos casados...

    ResponderEliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.