segunda-feira, 30 de outubro de 2006

Não me apetece!

E when apetece, more valley not to wait that this pass to me, because thing is had that taste not to make is to be obliged to make things that I do not want to make. It does not give to joy no pressured being to me, but already I pressured others to make it. But porra! The others have obligations, I not, that I am not nobody, however. By chance until I am, but this now is not for here call. Therefore, if this to more last 3 or 4 or 5 days, patience. As it said the other, "... it is a phase, this passes". E if the other to comment saying that they are "ragged excuses", I control it to give a return to the great billiards! I am of moons and for who still it does not know, of time in when I am of bad mood. It is not the case at this moment, but another one is an excuse as any. E now I am same with little will to write there either what it will be on any thing. Therefore, it has that to have patience! Even because the moods of a woman are capricious and unexpected. Who says you - and me - what daqui the 5 minutes apetece not to disparatar me on something? If not to apetecer me, nobody dies for cause of this and alone it comes very well to the world. If to apetecer me, I will make it and will be partilhado, here or noutro side any. If to give pleasure to me to play with letrinhas and to apimentar the words, very well. Senão, will be all extinguished one, as already I made to as much other letters and these had never complained, nor of the use nor of the abuse. It goes, until already...
Para quem não percebeu esta algaraviada. aqui vai:
E quando não me apetece, mais vale esperar que isto passe, porque se há coisa que não gosto de fazer é ser obrigada a fazer coisas que não quero fazer. Não me dá gozo nenhum ser pressionada, mas já pressionei outros a fazê-lo. Mas porra! Os outros têm obrigações, eu não, que não sou ninguém, ora. Por acaso até sou, mas isso agora não é para aqui chamado. Portanto, se isto durar mais 3 ou 4 ou 5 dias, paciência. Como disse o outro, "...é uma fase, isto passa". E se o outro comentar dizendo que são "desculpas esfarrapadas", eu mando-o dar uma volta ao bilhar grande! Sou de luas e para quem ainda não saiba, de vez em quando estou de mau humor. Não é o caso neste momento, mas é uma desculpa como qualquer outra. E agora estou mesmo com pouca vontade de escrever seja lá o que for sobre qualquer coisa. Por isso, há que ter paciência! Até porque os humores de uma mulher são inconstantes e imprevisíveis. Quem vos diz - e a mim - que daqui a 5 minutos não me apetece disparatar sobre algo? Se não me apetecer, ninguém morre por causa disso e só vem muito bem ao mundo. Se me apetecer, fá-lo-ei e será partilhado, aqui ou noutro lado qualquer. Se me der prazer brincar com as letrinhas e apimentar as palavras, muito bem. Senão, será tudo apagado, como já fiz a tantas outras letras e estas nunca se queixaram, nem do uso nem do abuso.
Vá, até já...

6 comentários:

  1. Tanta merda para dizeres que estás com o período? E quéçamerda de "não me apetece"? Casaste com a blogosfera... agora, cumpre as tuas obrigações matrisferiais, upa!

    ResponderEliminar
  2. Não me lembro de ter passado pelas 4 fases da arte de blogar, antes deste casamento, Senhor Zero :P

    ResponderEliminar
  3. Olha, fiquei, nem sei como dizer... Sinto-me lost in translation ao ler este post. No more cocaine for that woman!!!

    ResponderEliminar
  4. Já experimentaste o Trifene 200?lollllllll

    ResponderEliminar
  5. BOA! odeio quando as pessoas estão assim e se esforçam por ser "politica- e socialmente correctas" - tás com tau, pronto, tás intitled para tar com o tau!
    acho bem!
    mas quando isso passar volta ao blog, que estás PERDOADA!
    küsschen

    ResponderEliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.