domingo, 1 de outubro de 2006

E que ninguém me contrarie quando ler isto!

Não me perguntem por estatísticas, mas é uma verdade inegável que as mulheres são umas cabras no que toca à sua condição de condutoras. E eu por mim falo, que quase todos os dias chamo nomes feios às da minha condição feminina. Não duvido que também eu seja bem ou mal apelidada. Custa alguma coisa dar passagem à vez-à-vez nas rotundas ou em entroncamentos que vão dar a ruas principais? Isto para não falar nas madames que nos seus carrinhos finérrimos pensam que a estrada é toda delas! Ah porra!
Agora vou-me embora, que fartei-me de conduzir desde sexta-feira até hoje! Um dia destes também me dedicarei aos homens condutores - posso desde já dizer que os acho mais...hmmm....amáveis, sim, "amáveis" é uma boa palavra.

5 comentários:

  1. "...é uma verdade inegável que as mulheres são umas cabras no que toca à sua condição de condutoras."

    No campo da zoologia, não sei bem se poderei concordar que todas as mulheres de aro de conduzir nas mãos serão somente umas cabras ( do inglês 'bitch'). De facto já me tenho cruzado ( não no sentido sexual) com algumas espécimes deste tipo na estrada que insistem em pôr a sua à frente dos outros.

    Mas não é só de cabras que o nosso panorama zoológico rodoviário é composto. Houve uma vez um episódio que se passou comigo ( que aki a posta original me fez recordar), em que uma vaca ( que por acaso agora k me lembro até tinha ar de porca) guiando uma toyota hyace se encontrava já numa rotunda, com trânsito parado em plena hora de ponta. Eu tava parado num dos acessos à rotunda e esperava uma "abébia" para poder passar pela rotunda já k o sentido para onde me dirigia estava desimpedido. Ora, como o trânsito tava parado eu esperava que a vaca/porca me deixasse passar visto que o acesso por onde keria ir estava blokeado. À medida k o carro k me blokeava a passagem( e k se encontrava à frente da vaca) foi avançando devagar para a frente, eu fui notanto pelos cornos da dita vaca que não fazia intenção de me deixar passar e sem kkr tipo de problema blokear-m a mim, e a todo o conjunto de carros k se encontravam atrás de mim que pretendiam prosseguir. Assim, tal filme de Fellini, os nossos olhos desafiantes cruzaram-se, e num movimento bovino habitual (tão em voga nas estradas portuguesas) desviou os cornos pró lado, em jeito de desprezo. Eu prevendo a jogada de falta de civismo que lá viria do dito animal, no momento chave em k o carro k me blokeava a passagem me deu um pekeno espaço, (eu k já estava de 1ª metida) fui mais rápido k a dita vaca e fikei a blokear-lhe a passagem. É claro k este movimento, curto e rápido que provocou uma espécie de desapontamento e frustação e se calhar um certo sentimento de fornicação mental( da expressão popular " ficar fodido")na dita pessoa me valeu não só uma série de buzinadelas, tais gemidos, como alguns comentários dirigidos a mim com vocabulário pouco carinhoso ( que até é capaz de funcionar como 'turn on' num leito amoroso, mas numa rotunda em hora de ponta nem por isso).

    Entretanto eu passei e ainda ouvi mais uns comentários k me fizeram parar e ponderar vai não vai se saía do meu veículo e oferecer-lhe gentilmente, um bom murro nos cornos. Não o fiz, preferi seguir em frente e deixar a vaca nakilo para k está destinada a fazer: a marrar no trânsito.

    Porque, se há coisa que me revolta nas estradas portuguesas è a falta de civismo e respeito pelos outros. E isto aplica-se a cabras, bodes, vacas, bois, porcas, porcos, galinhas, pintos, etc.


    p.s. - peço desculpa pela história longa, por alguns termos impróprios, embora no entanto o preço fique o mesmo :P.

    M.

    ResponderEliminar
  2. "cabras" e "amáveis"... não teria tido a capacidade de requinte para definir os respectivos nesse contexto!! Também sou da mesma opinião!!

    beijoca e boa semana!

    ResponderEliminar
  3. Pois eu prefiro as condutoras ;-)

    ResponderEliminar
  4. LOLOLOLOL
    Tens toda a razão.
    E aqueles, quando há 2 vias, em que uma delas irá desaparecer, mas como se está em fila os condutores, e muito bem, ficam só numa. Vai então que vem um espertalhão ou espertalhona lá do fundo e enfia-se na 2ª via....tudo bem que têm direito, mas onde fica o respeito pelos outros que chegaram primeiro e estão na fila para que chegue a sua vez????
    Eu não tolero estas cosias....só me saiem #%#$&$/$/$ pela boca fora! :-*

    ResponderEliminar
  5. Depois de ler o dkw não me resta nada a dizer. LOL
    Acho que "falta de civismo" é expressão que define bem os condutores portugueses

    ResponderEliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.