sexta-feira, 21 de julho de 2006

Carta de uma dona de casa desesperada



Não, esta não é a minha assinatura. Quem me conhece, sabe bem que não é! Bem, à excepção da Isabel, mais ninguém me conhece, por isso, pensem o que quiserem que eu vou ali, já venho.
Beijinhos e bom fim de semana :)

6 comentários:

  1. Pois, vais ali, acabar de escrever a carta, num é? :-)))))

    Bom fds, beijo

    ResponderEliminar
  2. temos que ver aqui duas coisas rssss

    a 1ª se aguentou e a 2ª se continuou...porque se aguentou vai ser o problema ler a bibliografia desta mulher rssssss

    beijocasssssssss

    ResponderEliminar
  3. Muito boa Pseudo!! Muito boa!!

    ResponderEliminar
  4. que pena!... não te conheço a ti, nem ao dr jorge!...

    ResponderEliminar
  5. o facto de te conhecer não quer dizer NADA.... eu própria durante o sexo nunca escrevi nada... daí não saber se a minha letra seria diferente... um dia talvez ( se me lembrar) experimento escrever DURANTE... se for numa "sessão tântrica" até poderei escrever umas 540 pág. eróticas... ( e ficar multimilionária...)
    Isabel

    ResponderEliminar
  6. Deixa-te e coisas e conta mas é os pormenores sórdidos!...:D)))))

    ResponderEliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.