segunda-feira, 3 de abril de 2006

dáiologs mnihoots

Peusdo: Lleé, eu tniha dieaxdo ecsitro que não rsepnoida a mias nneuhm dseaifo! Mas que mnaia a tua, prroa!
Lleé: Ó mlhuer, não qeuers, não fzeas...é só mias uma bnrciadirea.
Pusedo: Já me divaes chnecoer o sfcntuiiee praa sbear que eu dtsesto etsas cioass em ceadia.
Lleé: Tás a ser cthaa! Dspeahca-te a abcaar essa prcoaira que é praa imros às cmrpoas ao cntreo.
Psudeo: Ok, ok...fcias já a sbaer que não pssao itso a mias nngiuém. E mias: vias pgara-me um cfaé n'A Bsrailirea que te lxais!
Lleé: Hmm...pdoe ser. Em ctnoarprtadia, pmroeset-me que não rfleias em rlçeaão a ndaa dnruate um dia iientro.
Pdeuso: "ipmossbile tsak".

5 comentários:

  1. ora vês, como ficou lindinho?... e esta coisa não foi em cadeia!... foi de livre vontade mesmo!... quanto a prometeres que não refilas, fizeste tu muito bem em não prometer! mas essa lleé é parva, ou quê?

    ResponderEliminar
  2. Impossible task, parece-me uma descrição bastante fiel ;)

    ResponderEliminar
  3. Fiquei na mesma. Um beijinho de boa noite Pseudo.

    ResponderEliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.