terça-feira, 14 de março de 2006

Estou Viva!

Prova irrefutável deste facto: a música do blog foi finalmente mudada.
Nada de se preocuparem em vão, sim?

A música ouve-se aos soluços. Se alguém souber explicar-me porquê e como se resolve, ficaria deveras agradecida.

14 comentários:

  1. é muito simples, sustens a respiração durante o tempo que te for possivel et voilá! ;)
    (pode ter a ver com o site onde está alojada, ou de erros com o upload)

    ResponderEliminar
  2. Tinha uma amiga que entende disso:))
    Até me mandou um mail para pôr música no meu...Vou falar com ela e já volto:)
    Espera!

    O beijo

    ResponderEliminar
  3. Online!!!
    Tás aqui, tás ali lol.

    ResponderEliminar
  4. Tou em todo lado:)))

    E não tou em lado nenhum:))

    ResponderEliminar
  5. A online quando está online está online ao quadrado...

    Experimenta beber um copo de água de cabeça para baixo, se não resultar come açucar amarelo de preferência... SE não passar troca de musica...
    ;)

    ResponderEliminar
  6. está a dar bem... boa música... devia ser da ligação...
    gostei do blog...
    nice to meet you...
    farewell

    ResponderEliminar
  7. Ao menos tens música:-(

    ResponderEliminar
  8. já que tás viva... posta!!!

    ass: a filhota! :p

    ResponderEliminar
  9. Prega-lhe um susto daqueles!... Pode ficar gaga, mas fica sem soluços!...

    ResponderEliminar
  10. Eu não ouço a musica aos soluços.Se calhar é por ter as colunas desligadas.

    ResponderEliminar
  11. eu sei porque é que a música se ouve aos soluços... a culpa é tua simplesmente...

    ResponderEliminar
  12. [ online said...

    Tou em todo lado:)) ]

    Nã tãs aki :P

    [ (...) A música ouve-se aos soluços. (...) ???????

    entã têmes k ouvir a muzica com saluços?? i comé kajenti fica con saluços??? tambein nã ouço nada nesti computadori, é surdo o bixo...

    ResponderEliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.