domingo, 5 de fevereiro de 2006

Às 6 da tarde

Ele: Olá. Tudo bem? (com um sorriso na cara)
O Outro: ......................... (olha e nada diz)
Ele: Sim, tudo bem? Queres brincar comigo?
O Outro: .......................... (na mesma posição, caladinho)
Ele: Anda, vem comigo
O Outro: ........................... (não é mesmo nada com ele)
Ele: (vira-se para outro lado e apressadamente vai à vidinha dele)

O que poderia ser o início de uma bela amizade resume-se a um "diálogo" entre um miúdo de 4 anos e um dos gatos da minha sogra, ocorrido este fim-de-semana.

6 comentários:

  1. Nunca li uma fábula tão rasca em toda a minha vida, foda-se! Que desgraça...a droga queima tudo....amanhã faz um dialogo entre uma minhoca e uma galinha que se unem para matar uma girafa na serra da estrela...puta que pariu....

    ResponderEliminar
  2. Ambos desterrados no Minho, mas põe uma cara mais bonita, estamos no fds:-)
    Ah e não fumes, faz mal ao menino de 4 anos e ao gatito:-)

    Permite um kiss

    ResponderEliminar
  3. Há gatos mesmo muito pouco sociaveis.. :)

    ResponderEliminar
  4. Quanto não vale o diálogo com um gato, que sabe respeitar o nosso silêncio... E ainda há os outros; que falam, falam, falam, mas não dizem nada! Antes um gato que é capaz de dizer tudo só com o seu olhar...

    ResponderEliminar
  5. Os meus costumam responder...:D:D:D
    principalmente a quem não conhecem...:D:D:D

    ResponderEliminar
  6. Concordo com o Pita. Acho esta história muito sensacionalista e um bocado parva... tenho dito.

    ResponderEliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.