domingo, 12 de fevereiro de 2006

Infidelidade feminina

Porquê?

Um comentário do
gajo que bebe Jameson 12 anos cada vez que comenta nos blogs pôs-me a matutar sobre o assunto. Assim de repente, ocorrem-me vários motivos para situação tão frequente, apresentados numa ordem de pensamentos que acompanha o bater das teclas:
  • porque há gajos dispostos e disponíveis para levarem connosco em cima...e por baixo, já agora;
  • porque na relação "oficial" deixou de haver diálogo e abertura para se falar de muitos assuntos;
  • porque a relação "oficial" está longe do nos satisfazer, especialmente no campo sexual;
  • porque a rotina diária já se tornou demasiado normal e queremos experimentar uma aventura "inofensiva";
  • porque somos verdadeiras ninfomaníacas quando não estamos com o companheiro;
  • porque gostamos de brincar com o fogo e entramos numa de joguinhos de palavras e gestos bem convidativos;
  • porque temos tanto tempo livre e tão pouca falta de inteligência e criatividade para nos ocuparmos com algo bem mais interessante;
  • porque gostamos de explorar os nossos limites, sejam estes físicos ou morais:
  • porque gostamos de ser constantemente bajuladas;
  • porque somos altamente inseguras e precisamos de "carinho alheio" para compensar tal característica;
  • porque nao damos o devido valor a quem está mais próximo de nós;
  • porque...
  • porque...
  • porque...

Longe de ser exaustiva e apesar de usar o plural, esta lista reflecte apenas aquilo que observo em vários meios.

Fico à espera de ler uma versão masculina.

(Só mais uma coisinha: imediatamente abaixo há 2 posts ainda de hoje)

12 comentários:

  1. Só duas coisitas: O Homem, não tem capacidade para estar apaixonado mais do que três, quatro dias…
    Quando digo apaixonado, refiro-me àqueles sentimentos de ansiedade, de não conseguirmos adormecer, de nos sentirmos agoniados, com claustrofobia, autêntico tsunami corporal… Todos já sentimos isto!
    Outra coisita, já alguém pensou, ou meditou um pouco sobre isto: como tudo que nos rodei, como tudo na vida, as coisas estão a passar-se de forma diferente. Já Camões falava na mudança, e será que a forma de amarmos, de sentirmos o outro, também não mudou? E se mudou, é crime? E se mudou, será que temos o direito de oprimir o que sentimos?
    Claro que falta dialogo, claro que falta motivação, claro que falta empenhamento, mas também falta o amor antigo… Ninguém ama como antigamente, como Romeu e Jolieta:)

    ResponderEliminar
  2. Meu querido online, discordo totalmente da tua primeira afirmação: penso ser possível prolongar esses sentimentos por bastante mais tempo...deixam-nos completamente tontos, fora de nós, inquietas/os, num desassossego que só a outra pessoa consegue acalmar...sentimentos que não queremos que se desvaneçam. As paixões não são eternas e o alvo das nossas paixões varia com muita frequência.
    E claro que as coisas se passam de maneira diferente da do tempo de Camões...é outro ritmo de vida.
    Qual é a TUA forma de amar, já agora? É que amar nunca foi e será crime, penso eu de que...mas amar alguém que, pelas mais diversas razões, nos é "interdito", traz transtornos e sofrimento. Os sentimentos não devem ser oprimidos, mas geridos.
    (next pls lol)

    ResponderEliminar
  3. Quando digo, que não conseguimos viver essa paixão intensa, mais do que poucos dias, sabe-lo que é verdade.
    A paixão, o ardor, o sentimento visceral, está provado, e não por mim, não dura muito mais que isso…
    Amor é outro sentimento, amor sinto e posso sentir sempre… Mas, não me tira o sono, não me inquieta, não me desassossega como a paixão. Acho que me entendes…
    Depois de algum tempo de relação sentimos uma complexidade de sentimentos, e nunca sentimentos complexos… Agora estive bem dassse lol até a mim me surpreendi lolol

    ResponderEliminar
  4. Cheira-me a psicologia lol

    ResponderEliminar
  5. Bos questões levantas!!!... Sim, senhora. E eu neste momento não te posso ajudar a responder a nenhuma...

    Já agora as opiniões masculinas interessam e de que maneira!

    Uma excelente semana para ti também, amiga.

    Hello, Online!;)

    ResponderEliminar
  6. Nada disso... Fui eu, genuinamente eu lol

    ResponderEliminar
  7. A acrescentar uma razão:

    porque CÁ SE FAZEM, CÁ SE PAGAM!!!!

    ResponderEliminar
  8. pseudo,

    eles nca gostam desta parte...

    ResponderEliminar
  9. mas essencialmente que voces adoram dar uma queca pura e dura, sem sentimentos mas com tesão a transbordar...sabes abomino o amor no sexo, estraga tudo..até já escrevi sobre isso eh eh eh

    ResponderEliminar
  10. tovarich...eu adoro..dá-me uma pica danada partilhar a mulher...pena que ela não queira....um dia destes até bati uma pensando no assunto

    ResponderEliminar
  11. fodinhas! vai-te foder!!!!!

    Pseudo: há comprimidos pra amnésia? o vodka só me avivou memórias... merda de noite!!!!!!

    ResponderEliminar
  12. bem... qto a este post... tenho a dizer que lhe mudava o titulo para: "infidelidade" ;)

    ResponderEliminar

Olha, apetece-me moderar outra vez! Rais' partam lá isto!

P.S.: Não sou responsável por aquelas letrinhas e números enfadonhos que pedem aos robots que cá vêem ler-nos.